M.Escher – O gênio da perspectiva

Mauritis Cornelis Escher nasceu na Holanda em 1898. Filho mais novo do engenheiro civil Geoge Arnold Escher e Sarah Gleichman. Conhecido e famoso como o gênio da perpectiva, artista de dedicou a xilogravura, litografia ,pintura e ao desenho. Suas obras retratam contrucões impossíveis, preenchimento regular plano, com explorações do infinito de forma fantástica. Suas obras de metamorfose são conhecidas em todo mundo, pois cria padrões geométricos entrecruzados que se transformam gradualmente para formas completamente diferentes. Uma gaivota vai gradativamente se transformando em um peixe, sem a mudanca da forma básica. Escher estudou e praticou carpintaria, marcenaria e estudou piano até a idade de 15 anos. Estudou na faculdade de Arquitetura e Artes decorativas de Arnhem e se juntou a Samuel Jessurun, que o iniciou nas técnicas da gravura, litografia, xilogravura e ao desenho.

Uma das principais contribuições da obra deste artista está em sua capacidade de gerar imagens com impressionantes efeitos de ilusões de ótica, com notável qualidade técnica e estética, tudo isto, respeitando as regras geométricas do desenho e da perspectiva.

Foi numa visita à Alhambra, na Espanha, que o artista conheceu e se encantou pelos mosaicos que haviam neste palácio de construção árabe. Escher achou muito interessante as formas como cada figura se entrelaçava a outra e se repetia, formando belos padrões geométricos. Este foi o ponto de partida para os seus trabalhos mais impressionantes e famosos, que consistiam no preenchimento regular do plano, normalmente utilizando imagens geométricas e não figurativas, como os árabes faziam por causa da sua religião muçulmana, que proíbe tais representações.

A partir de uma malha de polígonos, regulares ou não, Escher fazia mudanças, mas sem alterar a área do polígono original. Assim surgiam figuras de homens, peixes, aves, lagartos, todos envolvidos de tal forma que nenhum poderia mais se mexer. Tudo representado num plano bidimensional.

Destacam-se também os trabalhos do artista que exploram o espaço. Escher brincava com o fato de ter que representar o espaço, que é tridimensional, num plano bidimensional, como a folha de papel. Com isto ele criava figuras impossíveis, representações distorcidas, paradoxos.

Nos desenhos abaixo algumas das metamorfoses de Escher.

Entre na galeria ou veja o Slideshow com 100 obras de M.Escher:

O slideshow leva aproximadamente um minuto para carregar toda a galeria com 100 trabalhos:

Este slideshow necessita de JavaScript.

About these ads

3 Respostas to “M.Escher – O gênio da perspectiva”

  1. As suas imagens sao bacanas e fasinantes

  2. Obrigado por visitar o blog.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 724 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: