Bonsai 2010

Esta matéria sobre o evento, “Bonsai 2010” foi feita com muito carinho pela minha amiga e bonsaísta Vânia Moreira Fortes.  Quero deixar aqui  o meu agradecimento, pois ela atendeu ao meu pedido respondendo algumas perguntas e compartilhando fotografias. Isto mata a curiosidade dos bonsaístas que não tiveram oportunidade e ir ao evento e deixa vontade de participar  do Bonsai 2011.

Quais foram os destaques do evento?

O evento teve início na sexta feira, quando ocorreram apresentações de técnicas sem formalidades e imbuídas de momentos de descontração.

A chegada dos participantes de vários países aconteceu sempre de forma festiva e descontraída, marcada por cordialidade e motivação. Abaixo mestre Hidaka chegando ao evento.

Sem sobressaltos, os expositores foram ajeitando seus produtos de maneira acessível, para aqueles que buscavam um vaso novo, uma ferramenta que lhes faltava, um adubo, arame etc. Ocorreu, até mesmo, a comercialização de mudas e de bonsai já formados. Ao anoitecer ocorreu o momento de confraternização mais intensiva e recebimento daqueles que ainda iam chegando e se acomodando em seus aposentos.

Já no sábado, após o café-da-manhã reforçado, Mário fez a abertura do BONSAI 2010, como sempre muito emocionado e cheio de vitalidade. Estabeleceu as regras e fez as devidas apresentações. Foi tudo sempre muito bacana, em cenário muito apropriado.

Entre e leia toda a matéria sobre o Bonsai 2010:


Em seguida foram iniciadas as apresentações das técnicas peculiares de construção de bonsai pelos bonsaístas Anderson Vinturini, de Ribeirão Preto e Paulo Ricardo, do Rio Grande do Sul.

Já na parte da tarde, ocorreram as apresentações de Vladimir Ondejcík, da Slovakia, e de Marcelo Martins, mais conhecido por Marcelo Yamadori, de Cabo Frio.

O período da noite foi de momentos dedicados à confraternização, após o jantar, com muita música. Apresentaram-se Carlos Tramujas, com sua gaita; Marcelo Martins, com seu violão e Mário com os outros integrantes do conjunto Segunda-feira.

Na parte da manhã de domingo os Mestres Suthin Sukosolvisit, da Tailândia e Louis Nel, da África do Sul, fizeram suas apresentações, mostrando técnica e arte em perfeito equilíbrio na construção dos bonsai.

Na parte da tarde do mesmo dia  aconteceu o concurso de novos talentos, com o apoio de Carlos Tramujas e Edson Bruno Anderman, ofertantes dos excelentes “shimpakus” que serviram de base para os trabalhos realizados de estilização.

O Concurso do BONSAI 2010 teve onze participantes. E, nas palavras de

Suthin, o juiz indicado para o certame, “ a escolha dos vencedores deveria estar voltada para as plantas que ficassem melhor definidas”.

Na foto acima, da esquerda para a direita, os quatro vencedores, ou sejam, Elio, Marcelo, Kauê e João Marcon, antecedidos por Suthin, e seguidos por Vladimir, Louis e Mário.

Dando seqüência à tarde, cheia de atividades, o ceramista Sugho Izumi realizou uma excelente demonstração de como ele costuma moldar seus disputadíssimos vasos para bonsai.

Qual trabalho (técnica) que chamou tua atenção?

O Mestre e amigo Charles White é para mim uma pessoa de muita competência, pela delicadeza com que dá formas aos seus bonsai. Existe um misto de leveza, técnica e arte, fazendo de seus bonsai referência nacional e internacionalmente.

O que leva você a participar do evento?

O amor pela arte, pela busca por novos conhecimentos e novos “irmãos” na arte que nos une.

Qual bonsaísta te chamou atenção?

Você é um deles, que não compareceu ao evento para nos honrar e sensibilizar com sua maneira inspiradora de criar paisagens cheias de encantamento.  Quanto aos que estavam presentes, fiquei dividida entre os Mestres Suthin Sukosolvisit, da Tailândia e Louis Nel, da África do Sul, no transcorrer das apresentações.

Meus olhos ficavam voltados, iterativamente,  para uma e outra apresentação. Posso garantir que a técnica, a arte, a sensibilidade e a competência estavam ali presentes naquele momento. A seriedade do Mestre Suthin, misturada com leves sorrisos e a alegria do Mestre Louis, contagiavam os participantes do evento.  Já o casal Alenka e Vladimir Ondejcík, da Slovakia, jamais serão esquecidos por mim. Transmitiram um misto de seriedade, responsabilidade, educação e simplicidade. Fiquei encantada com a presença deles.  Quero também falar sobre o Marcelo Martins, mais conhecido por Marcelo Yamadori, de Cabo Frio, que abrilhantou o evento com seu bonsai e sua técnica com a espécie Pithecolobium. É, sem dúvida, uma pessoa carismática. Os argentinos, Mestre Marita Gurruchaga e Sérgio Luciani foram sempre ativos e participantes. Júlio Silveira e Paulo Ricardo, representantes da Bonsai Sul, apresentaram técnica e sensibilidade que os tornaram pessoas tomadas como referências nestes tipos de encontros de bonsaístas. Anderson Vinturini ofereceu aos presentes um belo trabalho, que deixou nosso Mário envaidecido. Não posso esquecer o Mestre Carlos Tramujas, que adora se sujar durante as apresentações, mas que realiza trabalhos que deixam marcas inesquecíveis por onde passa.

Como é conhecer novos amigos na arte, o que você espera dos próximos eventos?

Para mim é uma satisfação quando me apresentam a mais um personagem nessa história dos bonsaístas. Com cada pessoa, a minha sensação é única, e com ela vem sempre algo novo que deve ser compartilhado entre todos, com muito respeito. Devemos trabalhar como uma engrenagem, em que cada um é uma peça chave que se move progressivamente,  dando sua contribuição para a arte bonsai no Brasil e no exterior. Somos livres para termos nossas opiniões sobre cada técnica usada, mas não devemos nos colocar na posição de  julgá-las. Acredito que ainda devemos muito evoluir, em um mundo altamente conflitivo, com um pouco mais de atenção, tolerância, respeito e carinho, onde os bonsaístas têm muito a contribuir.

Alguma sugestão para os próximos?

Bem, como da outra vez comentei sobre a alimentação da pousada, que estava deixando a desejar, devo afirmar que ocorreu melhora nesse sentido. Alguns clientes reclamaram sobre a limpeza dos quartos na pousada. Acredito que isso deva ser verificado, pois são elementos básicas que devem funcionar bem numa pousada que recebe pessoas diferenciadas. Simplicidade não deve ser confundida com falta de higiene.

Quanto ao evento, o anfitrião Mário Alberto Garcia Leal está sempre de braços abertos para receber todos com respeito e dedicação. Sua trajetória já é um marco para todo mês de maio. Assim que deixamos sua casa já pensamos em retornar.

Uma sugestão especial que faço é o acréscimo de mais um dia de duração do evento, para que possamos acompanhar o trabalho de cada bonsaísta sem nos sentirmos divididos durante as apresentações. Algumas vezes fiquei perdida tentando olhar as duas apresentações ao mesmo tempo. Tenho certeza de que mais um dia será de grande proveito para todos. É questão apenas de ser agendado com antecedência.

Que mestre você gostaria de ver no bonsai 2011?

Acredito que algumas pessoas não devem faltar neste tipo de encontro. Uma delas é nosso querido Mestre Osamu Hidaka. Além da simplicidade que contagia todas as pessoas que ali comparecem, o Mestre traz consigo uma bagagem cheia de histórias e práticas que faz questão de compartilhar sempre que é solicitado. Sem contar que com ele vem junto algum bonsai famoso de sua autoria e alguns que nos oferece para venda, aumentando assim o acervo de cada bonsaísta. Mário sempre nos presenteia com pessoas gabaritadas. E para mim é sempre uma caixinha de surpresas saber quem serão os novos convidados. Posso dizer que é uma experiência única para aqueles que não têm condições de viajar particularmente para ter o contato com pessoas desse nível.

Abaixo a lista de participantes do evento:

INTERNACIONAIS

Suthin Sukosolvisit – USA/TAILÂNDIA
Louis Nel – ÁFRICA DO SUL
Vladimir Ondejcik – SLOVAKIA

NACIONAL

Marcelo Henriques Martins – Cabo Frio/RJ

APRESENTANDO

Anderson Vinturini – Ribeirão Preto/SP
Paulo R J Gustavo – Porto Alegre/RS

PROFESSORA CONVIDADA
INTERNACIONAL

Marita Gurruchaga

PROFESSORES CONVIDADOS

Osamu Hidaka – Atibaia/SP
Renato Bocabello – São Paulo/SP
Carlos Tramujas – Curitiba/PR
Fernando Magalhães – Belo Horizonte/MG
Sugho Izumi – Atibaia/SP

PARTICIPANTES INTERNACIONAIS

Liliana Sabena – Buenos Aires/Argentina
Sergio Luciani – Buenos Aires/Argentina

PARTICIPANTES NACIONAL
Bergson de M Vasconcelos – Maceió-AL
Edmilson Santos Oliveira – Ribeirão Preto-SP
Rinaldo José Salgado – Brodowsky-SP
Charles White – São Paulo-SP
Ricardo A M Mendes – Ribeirão Preto-SP
Marcelo de Freitas Alves – Rio Claro-SP
Humberto Luiz da Silva – Goiânia-GO

entre outros……..

11 Respostas to “Bonsai 2010”

  1. Vânia Fortes Says:

    Gostaria de receber comentários.

  2. Felicitaciones, exelentes fotos y un gusto ver a los amigos; un saludos especial a la organizacion en especial a Mario
    Que sigan realizando y apoyando este tipo de eventos, en el futuro
    Saludos

    SHITO

    http://shitoenjapon.blogspot.com/

  3. vania marcia santos albuquerque Says:

    Acessei o google para saber sobre concreto celular e acabei por acessar aqui e e estou simplismente maravilhada e perplexa com tanta beleza, criatividade, bom gosto, harmonia com a natureza. Vou repassar para todos que conheço, adorei. Parabéns … Fantastico trabalho!!!!

  4. Obrigado pelas palavras ! Qualquer dúvida, ajuda é só perguntar. Um grande abraço, violte sempre ao blog !

  5. agora achei em portugues, niva.

  6. SOU INICIANTE NO CULTIVO DESTA ARTE MILENAR.
    GOSTARIA DE SABER COMO PODERIA ADQUIRIR UM DESSES GALHOS DESIDRATADOS PARA ORNAMENTAR O BONSAI ?
    GRATA,PELA ATENÇÃO!

  7. Oi Anne, vou olhar agora o que está perguntando. Obrigado por visitar o blog, grande abraço.

  8. O que você está perguntando é como se consegue deixar um galho seco (de cor branca) na composição do Bonsai? A madeira exposta seca fica com essa cor pois passamos insulfur, um produto a base de enxofre , que protege a madeira morta. É isso que você viu? me escreve! abraço

  9. Maria Nazaréth Leal Eccard Says:

    Ganhei um bonsai (casuarina) lindo e agora ele está marrom, com todas as folhas caindo. Está praticamente só nos galhos. Poderia me fornecer seu endereço para que eu possa levá-lo até aí e tentar salvá-lo? Aguardo resposta. Grata.

  10. Oi Maria eu moro em Maricá no recanto de Itaipuaçú. meu tel é 26384268 me liga, abração

  11. Fernando Rodrigues Bueno Says:

    Olá tudo bom..!!
    Eu gostaria comprar que vou comprar um bonsai lindo..Minha vida sente com um Bonsai é maravilhoso.
    Eu gostaria fazer concurso bonsai de campo
    Me enviar seu endereço onde fica que eu quero saber mais importante..Ok
    Abraços todos bonsai..

    Grato……:)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: