Caminho para Shosen – Penjing

Caminho para Shosen


Aqui uma sequência de fotos do meu novo trabalho em Penjing.

Para esse projeto foram uitilizados:

a) 5 árvores da espécie Eugenia sprenguelli modeladas ao longo de 2 anos.

b) 2 árvores Eugenia sprenguelli modeladas ao longo de 4 anos

c) 19 plantas de pequeño porte modeladas na proporção de mames com altura máxima de 12 cm. Ixora, bambu anão, carmona, ulmus chinensis. Essas árvores fazem parte da arborização de plano baixo do penjing.

d) Caverna do Buda gigante, modelada em concreto celular.

e) Ponte de tábuas e Tori confeccionados em madeira Angelin.

f) Seixos naturais de rio em  tamanhos diferentes.

g) 9  bromélias rabo de lagartixa. tamanho médio de 5cm.

h) Nascente modela da em pedra sabão.

i) Suiban (bandeja de madeira) feita em madeira de maçaranduba. 160cm comprimento 70cm de largura.

1- Primeira etapa posicionamento das árvores no suiban.

2- As árvores vão receber aramação de refinamento após 30 dias  de plantadas. Isso me da a certeza de não aramar nenhum galho que tenha ficado debilitado com o transplante.

3- Posicionamento da ponte e das estacas sem cortes na madeira. Posiciono a caverna com a estátua de Buda para checar todos os tamanhos e proporções, antes de fixar de forma definitiva. Posiciono as pedras e as bromélias de base também.

4- A ponte vai simular uma altura de 1 metro e meio do chão da floresta.

5- Agora que a ponte já teve sua posição definida, vou produzir a ponte final com os detalhes.

6- Começo cortando em Angelin as traves que vão sustentar as tábuas da ponte.

7- Traves cortadas e lixadas.

Clique em leia mais e veja todas as etapas de criação do Penjing:

8- A ponte vai ficar na proporção para uma pessoa com média de 1 metro e sessenta de altura.

9a- Para cortar as tábuas eu deixei duas madeiras no tempo por 2 meses, a face envelhecida é a que dará origem aas tábuas que ficarão apontadas para cima. Eu passo Jimo cupim, mas não utilizo nenhum tipo de verniz, pois eu quero que a coloração com o tempo fique bege acinzentado. As tábuas terão 3 milímetros de expessura.

9b-  Etapa seguinte cortar as tábuas. Embora do mesmo tamanho eu crio pequenas imperfeições em cada uma, isso vai fazer que o conjunto fique mais real.

10- Numa ponte Japonesa tradicional construída em tamanho real nunca é utilizado pregos ou suportes de metal. Todas as pontes são feitas usando apenas encaixes e cola de madeira. Vou cortando e colando as tábuas na ponte.

11- Com uma boa cola de madeira a ponte não ira soltar mesmo ficando no tempo, pegando sol e chuva.

12- As duas pontes estão prontas, com o alicate de bonsai e estilete eu criei algumas partes desgastadas pelo tempo.

13- Os caibros horizontais que vão sustentar as vigas são perfurados para receber as colunas que vão sustentar toda a ponte.  A ponte será sustentada por 6 conjuntos duplos maciços, como é feito em tamanho real.

14- A perfuração tem que ter o diâmetro exato das colonas de sustentação.

15- Corto um número maior para escolher na hora da montagem.

16- Primeiro suporte já colado. Usei como viga uma madeira igual mais com mais veios, Angelin pedra.

17- As través entram enterradas no solo. A parte enterrada eu protejo com fita isolante 3m para que não apodreça em contato com a areia.

18- Depois de posicionadas as bases eu vou colocar o segundo estágio da ponte.

19- Colocado o segundo estágio da ponte é hora de fazer o acabamento do encontro entre elas, cortando as tábuas nas medidas exatas.

20-  A ponte principal está pronta. Agora vou colocar o Tori (portal) que vai ficar no meio da ponte. O Tori tem como representação e símbolo a separação do mundo espiritual do material.

21- O tori tem uma proporção como se a trave principal tivesse 60cm de largura.

22- Detalhe dos degraus.

23- Para pequenos detalhes eu uso uma serra tico tico de aeromodelismo. Aqui estou fazendo uma peça de acabamento para o tori.

24- Aqui a peça de madeira está cortada e pronta para ser colada.

25- Detalhe já colado.

26- Ponto de vista por traz do Tori.

27- Segundo ambiente do Penjing. O local de meditação e da cerimônia do chá.

28- As madeiras que formam o piso de madeira estão apenas enterrdas na areia, mas todas possuem dois pregos de aço que ficam enterrados não permitindo que mudem de posição. A traves de cima estão coladas se unindo todas as tábuas.

29- No lugar da pedra posicionada a esquerda em baixo, ao lado da bromélia vai entrar um tsukubai  “Água da purificação”.

30- Estou fazendo uma réplica do tsukubai abaixo em durepoxi.

31-  Montagem do segundo ambiente na base pronto.

32- Terceiro ambiente. A nascente das carpas. Esta peça eu esculpi em pedra sabão.

33- Caminho para Shosen

34-  Já com musgo e pequenas plantas de composição.

35- 10 dias de plantadas e  não houve perda de galhos nas árvores principais e nos mames.

36- O grande Buda.

37 – Eu gosto de olhar os penjings em fotos sépia e preto e branco. As fotos nessas cores dão mais a idéia da passagem do tempo.

Agora é esperar o tempo passar e dar de presente a beleza natural. Com certeza a terra usada para replantar as eugênias irá trazer algumas sementes, plantas secretas, aroeiras, brilhantina,algumas ervas daninhas, mas que com controle e paciência vão compondo e se somando a paisagem. No conjunto ainda vão entrar 3 Eugênias bem pequenas. No mais, não adianta correr, apenas esperar.

                                                  ” O tempo não respeita o que é feito sem consulta-lo”

33 Respostas to “Caminho para Shosen – Penjing”

  1. Katia Carvalho Says:

    Simplesmente maravilhoso. Parabéns pela delicadeza. Seu espírito vibra em pura Luz.. Vc. é muito especial ! Bjks. Katia

  2. Paulo, a cada novo trabalho de penjing, é prazeiroso descobrir que o nobre amigo se suplanta em relação ao anterior. Isso, além de mostrar sua evolução, permite a nós admirarmos algo que, de outra maneira, seria impossível termos acesso: uma grande obra de arte da miniaturização tradicional chinesa. Parabenizo voce por mais essa conquista, esse avanço notável, além é claro de agradecer por compartilhar conosco. Voce está de parabens, garoto. Um abraço e até.

  3. sempre o encanto revelado

  4. Vânia Fortes Says:

    Que trabalho bacana. Cada detalhe, cada cantinho realizado, que sensibilidade! Você é sensacional! Desde a primeira vez que vi um trabalho seu fiquei encantada e a cada ano que passa este encantamento é mantido com novas surpresas. Um beijo carinhoso.

  5. Você é uma amigo muito querido ! obrigado pela força ! sempreeeee :o)

  6. Obrigado querida, grande abraço !

  7. Grande amiga , obrigado pela força ! Um grande abraço, e obrigado pela visita ao blog. Adoro saber sempre sus opinião ! abração !!!!!!

  8. Jorge Roberto Cosenzo Says:

    Aido, tudo certo. Voce não tem a noção de meu estado de euforia de ver seus trabalhos, e a cada um deles terminados vejo que Deus te presenteou com um coração que transmite em seus trabalhos uma pequena e maravilhosa criação.
    Parabens e obrigado por nos presentear sempre com seus maravilhosos pedacinhos do paraiso.
    Grande abraço.

  9. Maravilhoso trabalho!!! Não há muito o que dizer.

    Estarei acompanhando a evolução.

  10. Oláá !

    Eu realmente adoreeeei seu blog, meus parabéns pelo trabalho ^^

    Veja só, cheguei a me identificar com você. Ganhei um Shimpaku, mas por morar no rio de janeiro, vejo que meu bonsai tem ficado com suas folhas ressecadas nas pontas, e elas têm caído.
    Gostaria de saber, o que posso fazer pra ela não morrer !
    Moro em apartamento, deixar-la próxima à janela, mas sem a expôr ao sol, seria bacana ?
    Justamente por ter cuidados de mais foi que eu a deixei na casa da minha avó, pegando sol até de mais, com medo de deixar ela morrer dentro do apartamento :/
    E aproveitando a oportunidade, ganhei outro bonsai com o nome de Flora Kobayashi, mas não encontro nada sobre ela !
    Tería como me dar algumas dicas ?
    Agradeço desde já, e parabéns mais uma vez. Beijoos ! 😀

  11. Aproveitando a oportunidade, gostaria de confirmar se esses bonsais são:

    Shimpaku -> http://i1181.photobucket.com/albums/x430/guid-chan/cameranova034.jpg

    Tuia Jacaré -> http://i1181.photobucket.com/albums/x430/guid-chan/tuiajacar010.jpg

    Agradeço desde já !

  12. Isso mesmo ! estão bem bonitos ! :o) abração Qualquer dúvida é só escrever

  13. O shimpaku e a Tuia, gostam de sol pleno e você deve regar sempre que estiver seco. Só regue a copa 2 vezes por semana, para não perder as folhas no seu interior, a humidade acaba apodrecendo as folhas. E sempre retire as folhas secas. Você tem Face book? abraço

  14. Aaah muito obrigada mesmo !!!

    Não faz ideia do quanto me ajudou :DD

    Tenho sim: http://www.facebook.com/profile.php?id=100000658568623

    Beijoos.

  15. É verdadeiramente uma obra de arte. A inspiração vem da alma… Vou acompanhar a evolução pela beleza do resultado e pelo ensinamento. Parabéns.

  16. Achei lindo seu trabalho Paulo. Impressionante a dedicação e o cuidado com os mínimos detalhes. Maravilhoso.
    Meus sinceros parabéns.

  17. Sou fã dos bonsais desde pequeno, e sinto ter sido um pouco relapso com os que eu tive… 😦 … toda vez que vejo trabalhos como os teus, fico empolgado e cheio de remorso pelas plantas que perdi. Hoje tenho dois ficus que estão se recuperando… e iniciei uma bouganvillea (que já floresceu!). Espero não deixá-las na mão mais uma vez e cuidar com o mesmo carinho que você cuida de suas plantas. Subarashi!
    Agora me diga: Quais as medidas deste penjing?
    Um forte abraço!
    Beto Antelo

  18. salve ! ele tem uma bandeja de madeira de 170cm e e 70cm de largura. A profundidade da bandeja feita em madeira de maçaranduba é de 7cm. Não desista dos bonsais, eu no início errei muito, é o normal. Qualquer dúvida ou ajuda que precisar é só escrever. abração e obrigado por visitar o meu blog !

  19. i love your blog, i have it in my rss reader and always like new things coming up from it.

  20. Carlos Eduardo Garcia Says:

    Nessa arte (penjing) você também tem de trocar a terra a cada 2 ou 3 anos? Em caso positivo, você tem de montar o “mini cenário” todinho novamente? Como cuida dos bonsais no penjing, poda, arama, aduba, rega e transplanta normalmente (como numa árvore única num vaso)? PARABÉNS pelos trabalhos!

  21. Oi Carlos, boa noite. No caso de uma floresta, eu vou aumentando a área de contato de terra de 4 há 6 anos anos, e nesse tempo eu pratico uma adubação externa. Mas com o tempo o novelo de raíz é muito grande, aí eu vou trocando parcialmente a terra e aumentando a área de terra. Todas as etapas de poda e aramação são normais.

  22. iaew paulo blz
    eu queria saber qual o limite de altura de um bonsai?
    e qual o modelo melhor para uma ixora

  23. ah! e da pra fazer um suibam em casa ? como?

    qual melhor especie pra mim que moro na paraiba e faz mto calor

  24. paulo, "LUZ DA ÁSIA BONSAI" Says:

    Parabéns seus trabalhos remetem vc a suas reencarnações anteriores no oriente…namastê

  25. Grande abraço, obrigado por visitar o blog ! namastê !

  26. Silvio Cesar Calça Junior Says:

    Meus parabéns pelo belíssimo trabalho executado, sou iniciante na arte, comecei a 3 anos sem saber como se plantava um feijão, mas sempre tive uma sublime admiração para com miniaturas desde pequeno, hoje estou muito feliz com a minha evolução, porém ainda há muito, mas muito mesmo para aprender, seu site se tornou uma excelente referência e fonte de inspiração. Obrigado.

  27. Obrigado Silvio, qualquer dúvida é só escrever ! obrigado por visitar o blog, abração.

  28. Mestre tenho uma pequena dúvida a respeito dessa bromélia rabo de lagartixa, comprei uma há poucas semanas atrás e não sei como trata-la, morro em região de muito calor e baixa umidade. minha plantinha está com as folhas levantando, o rapaz que eu a comprei disse que era para molhar 1x por semana, não molho as folhas!
    Obrigado!

  29. Pode molhar a rabo de lagartixa não é uma suculenta, as minhas nos bonsais recebem eagua todo dia e estão em sol pleno, quando as folhas levantam é porque ela está queimando ! Tenho mais 40 nos meus bonsais. Pode regar um dia sim um dia não, ela gosta de sol, e pode molhar as folhas !

  30. Essa ponte ficou espetacular! Parabéns pelo trabalho maravilhoso. Espero conseguir fazer o meu algum dia 😀

  31. Salve, obrigado, por visitar o blog. Qualquer dúvida é só escrever. Grande abraço

  32. Ola.

    Gostaria de saber como é feita a manutenção de um Penjing. Depois de um tempo deve-se desfazer a arte e podar as raizes? Imagino eu que depois de uns dois anos elas já tenham tomado a totalidade do substrato do vaso, correto?

  33. Sim Nando, depois de 3/4 anos todas as árvores se juntam em um bloco de raíz, eu faço uma poda nas raízes de 3 / 3 anos, e vou acrescentando substrato novo. Vou fazendo adubação externa, para que a floresta continue se desenvolvendo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: