A Pedra de Kamakura – Penjing

Penjing realizado em 2001 usando um Ulmus chinesis e como base uma pedra São Tomé. Fazendo sua manutenção e adubação semestral, adicionei uma pequena Cuphea gracilis e 7 pedras menores a esquerda do conjunto. Eu sentia falta de arborização de pequeno porte do lado esquerdo. Agora o conjunto ficou mais triângulado.

Abaixo o Penjing em 20 de setembro de 2001.  Eu tirei a pedra grande do meio, pois estava tirando a profundidade e quando a vegetação natural começou a crescer eu retirei a pedra da direita que triangulava com a principal.


De 3 em 3 meses eu troco a areia superficial da base da árvore, por areia da cor da predra mãe. A areia vai ficando negra e verde escura com a rega devido a impregnação de musgo.

Entre na galeria e veja mais fotos com detalhes do penjing  “A Pedra de Kamakura”:

2 Respostas to “A Pedra de Kamakura – Penjing”

  1. Eliana Albuquerque Says:

    Que preciosidade, que criação magnifica! Uma sinfonia sintonica de harmonia, nos espaços ocupados , na percepção do equilibrio que pulsa aos olhos e embevece o coração. Parabéns , isto é maestria!
    Eliana

  2. Obrigado pela força ! Um grande abraço, volte sempre ao blog. Olhe hoje o trabalho ” Os caminhos do templo”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: