Entrevista com Sergivaldo Costa

Comemorando um ano do meu blog, gostaria de compartilhar com meus leitores e amigos que frequentam o Aido Bonsai, uma série de entrevistas com os bonsaístas brasileiros que chamam a minha atenção com seu trabalho e dedicação à nossa arte. Muito me orgulho em começar com os trabalhos de Sergivaldo Costa. Seus bonsais tem  grande cuidado estético, possuem lindos nebaris e trazem consigo toda beleza das árvores nativas da sua região. Gostaria aqui de agradecer a disponibilidade e a velocidade com que ele atendeu ao meu pedido de entrevista.

1 – Quando você se interessou e começou a se dedicar à arte do bonsai ?

Tudo começou em setembro de 1984, quando estava numa estação rodoviária à espera do ônibus para ir ao trabalho, e encontrei numa banca de revistas a “Edição Especial da Revista dos Amantes da Natureza – BONSAI”. Fiquei fascinado e, a partir dali, comecei a tentar fazer bonsai com todo tipo de plantas que encontrava pela frente: mangueira, jambeiro, pimenteira, flamboyant, etc.

2 – Quais espécies você mais gosta de trabalhar?

Entre as espécies que cultivo, as que mais gosto de trabalhar são o umarizeiro-bravo (Calliandra spinosa) e a jurema-branca (Pithecellobium dumosum). Ambas, pelas suas características (folhas pequenas, fácil enraizamento, brotação vigorosa após as podas e intensa ramificação), são excelentes para o cultivo do bonsai; mas a primeira, pela exuberância da textura do tronco e floração é, sem dúvida, a minha preferida.

Umarizeiro bravo   –   (Calliandra spinosa )

Jurema branca  –  Pithecellobium dumosum


3 – Que espécie você gostaria de trabalhar mas as circustâncias de clima e adaptação não permitem?

Ah, são várias espécies que adoraria poder cultivar mas, infelizmente, o clima da região onde moro não permite. Posso citar, por exemplo, o Acer palmatum e tantos outros áceres; especialmente um que tem uma coloração encantadora: a Azalea satzuki.
Azalea satzuki – US National Arboretum Bonsai Collection

Acer palmatum – Mr. Walter Pall

4 – Dos seus trabalhos, qual você destaca com um carinho especial? Me fale um pouco sobre ele.

Não possuo muitos exemplares na minha coleção, mas é difícil destacar uml. Cada planta tem uma história importante para mim e várias tem significado especial: o Ficus microcarpa, o primogênito; o Pitheceelobium dulce, pela experiência de aprendizado que me proporcionou; o “gigante” araçá-piroca (Myrcia cf. Multiflora), pela sua imponência (para mim) e aventura que foi  fazer esse yamadori,  etc.

Ficus microcarpa – O primogênito em 1996


Ficus microcarpa – O primogênito em 2008


Ficus microcarpa – O primogênito em 2009


Arrebenta boi  –  Myrcia  Multiflora

5 –  Você gosta mais de algum estilo de bonsai em particular? Qual?

Os estilos que mais me atraem no bonsai são aqueles que transmitem a idéia de dramaticidade, como por exemplo, o varrido-pelo-vento (Fukinagashi).

Para saber mais sobre o estilo Fukibagashi acesse: https://aidobonsai.wordpress.com/2009/06/06/a-arvore-e-o-vento/


6 – O que a arte do bonsai agregou na sua vida ?

Sou um pouco estressado e não sei como seria minha vida sem o bonsai. Quando estou entre minhas plantas esqueço-me dos problemas e me sinto mais feliz. Além disso, o bonsai permitiu-me conhecer pessoas diferentes e fazer boas amizades.

Araçá-piroca (Myrcia cf. multiflora)

Calliandra spinosa


7 – Você acha que um bonsai deve seguir uma ordem rígida de técnicas e estética, ou deve seguir uma forma mais livre e artística ?

Eu encontrei minha forma de fazer bonsai e sinto-me realizado com isso. Comecei aprendendo sobre as regras, lendo bastante e analisando os trabalhos de vários mestres, dos quais busquei inspiração.

Sou perfeccionista por natureza e graças a isso não me acomodo com a ilusão de que faço um trabalho maravilhoso. Talvez aí resida minha obsessão pela busca do aprimoramento, pela compreensão de que, por trás de regras supostamente rígidas, exista uma razão lógica para realizarmos, com sucesso, trabalhos agradáveis aos nossos olhos.

Entretanto, penso que cada um deva buscar o caminho que mais o faz sentir-se realizado, quer seja seguindo regras ou de forma livre e descontraída.

Acredito que meu trabalho é uma mistura de tudo aquilo que vi e aprendi.

Umarizeiro-bravo (Calliandra spinosa)

Calliandra spinosa


8 – Qual bonsaísta (um ou mais) chama a sua atenção hoje no cenário mundial?

O Robert Steven, da Indonésia, é o bonsaísta que mais me chama a atenção do cenário mundial atual. Seus trabalhos falam por si só e seus livros mostraram-me caminhos a percorrer que nenhum outro bonsaísta, até então, ousou mostrar.


9 – Que conselhos você daria para quem está começando a se dedicar à arte do bonsai?

1)    Bonsai é tempo e paciência, sinta-se feliz com o que está produzindo no momento, mas não se iluda acreditando que descobriu a fórmula mágica de fazer um novo bonsai artístico rapidamente.

2)    Leia o máximo que puder sobre bonsai, participe de eventos, aprenda com os mais experientes e compartilhe o que já aprendeu.

Carqueijo (Calliandra depauperata)


10 – Diga uma frase, um pensamento, que você ache que sintetiza nossa arte.

Bonsai é arte e, como tal, cada trabalho expressa um sentimento de nossas almas.

Tataré (Pithecellobium tortum)

Entre na galeria ou veja o slide show com mais trabalhos do Bonsaista Sergivaldo Costa.

O slide show leva aproximadamente um minuto para carregar:

Este slideshow necessita de JavaScript.

26 Respostas to “Entrevista com Sergivaldo Costa”

  1. O Sergivaldo é do Bonsai do Nordeste, né? Muito bacana a entrevista! Faz tempo que conversei com ele e ele me ensinou a dar valor às árvores nativas par bonsai.

    Show de bola!

  2. Flavio Cordeiro Says:

    Paulo, adorei essa nova fase do Blog. a entrevista + ensaios fotográficos ficou muito boa mesmo. Fiquei curioso pra saber mais sobre o Robert Steven (mas só depois que vc esgotar as entrevistas com nossos compratriotas!) Quem sabe na comemoração do 2o. Ano vc não entrevista os mestres maiores no mundo? hein?! Grande abraço e parabéns pelo Blog!

  3. “Meu amigo distante”, assim que chamo Sergivaldo. Uma pessoa simples, bacana, de personalidade forte, que conheci em 2007 no evento do Mário Leal, em Ribeirão Preto. Seu olhar já diz muita coisa. Eu tenho acompanhado seus trabalhos através de fotografias. Quero agradecer a amizade e o carinho que ele sempre teve comigo em nossas conversas virtuais.
    Paulo, você foi muito feliz em escolher o Sergivaldo para nos presentear com mais esse belo trabalho que inicia.
    Um beijão.

  4. Simples… Porém Genial!! São marcas que fazem de Sergivaldo um dos grandes mestres deste país. Parabéns Aido pela matéria e por ter escolhido um bonsaísta com trabalhos tão autenticos.

  5. Taí, conheci Sergivaldo em São Paulo, em agosto passado. Pessoa fantástica!! Parabéns pelo aniversário do blog e pela entrevista!

  6. Excelênte matéria de um de nossos maiores bonsaistas. Parabéns a ambos.

  7. Parabéns Meu amigo por essa maravilhosa iniciativa de trazer até nós, por meio de entrevistas, a visão e os pensamentos de artistas Nacionais que se destacam pelo seu talento.

    Fico ansiosamente aguardando pela próxima.

    Um Grande Abraço.

  8. Olá Sergivaldo! Ainda não nos conhecemos pessoalmente, mas aproveito esta oportunidade de parabenizá-lo por essa iniciativa que abre o caminho para maior divulgação desta arte tão apaixonaste. Aliás abrir caminhos é o que você tem feito ao longo dos anos através do deu trabalho e sua dedicação a árvores nacionais mostrando que é possível deixar de lado as espécies tradicionais e ainda assim ter árvores maravilhosamente belas, que nada perdem para os Shimpakus, Pinheiros Negras e Acer…
    Parabéns Sergivaldo Pois seus trabalhos demonstram claramente que O Bonsai não é só a expressão artísticas de de regras aplicadas mas a expressão do que o artista tem no coração.
    Um abraço.

  9. Obrigado pelo comenteario ! vou encaminhar ao Sergivaldo tambeem por email !

  10. Nilton M. Ribeiro Says:

    ainda não tive o prazer de conhecer o Sergivaldo pesoalmente mans seu trabalho é Fantastico , assim como os seus que ja tive o prazer de visitar e velos pessoalmente , estão de parabens os brasileiros estão dando um banho de trabalhos maravilhosos .
    abraços .

  11. Tive o prazer de conhecer pessoalmente o Sergivaldo no VII Encontro Nordestino de Bonsai, e vê-lo trabalhando realmente é um incentivo e ao mesmo tempo um desafio para nós que temos essa “cachaça” chamada BONSAI. Parabéns.

  12. Olá Paulo, seguramente seu blog é um dos mais completos e menos tendenciosos que eu acompanho. Boas matérias, uma diversidade cultural muito grande. Essa entrevista com o Sergivaldo ficou fantástica. Parabéns só tem a engrandecer ainda mais seu blog.

    Grande abraço

  13. Obrigado pela força ! Um grande abraço !

  14. Obrigado ! Grande abraço

  15. Meu amigo Paulo… não tenho palavras para expressar minha alegria em ver meu trabalho, simples, ser mostrado no seu blog.
    A forma como foi distribuída a matéria, com inservções de fotos do trabalho do Robert Steven, ficou exuberante, o que não poderia ser diferente, face ao teu enorme talento para com as artes de um modo geral. Parabéns é pouco, Paulo: muito obrigado por dividir conosco esse conhecimento.
    Aos amigos que aqui postaram, meus agradecimentos pelo carinho e força. Com certeza me estimularão ainda mais nessa caminhada que é o bonsai.
    Um grande abraço!

  16. Eu é que agradeço o seu tempo e a sua disponibilidade. Seu trabalho não tem nada de simples, foi um prazer abrir as entrevistas com você. As próximas entrevistas, são com o Rock Junior e com Roberto Gerpe. Um grande abraço.

  17. Paulo, o que eu gosto em seu blog é a constante renovação e inovação. Sem omitir, é claro, a atualização. Parabenizo, sempre que posso, suas ótimas postagens. Gosto imensamente de citar sua página como um dos melhores referenciais sobre a arte bonsai, nos foruns de que participo.

    Agora, com uma big entrevista, começando com o grande e nobre amigo Sergivaldo Costa, vejo que o alcance de suas idéias é ainda mais amplo. Conheço o Sergi e sempre que possível mantenho contato com ele, via email. Há muito não nos vemos, pois a unica chance para isso é o excelente encontro em Ribeirão promovido pelo grande amigo Dom Mario. Mas isso não impede nem atrapalha minha admiração pelo trabalho excelente que o Sergi executa na arte Bonsai. Parabens a ele, e sucesso sempre. Minha admiração fica aqui registrada. Obrigado a voce, Paulo, por compartilhar conosco suas idéias.

  18. Parabéns ao blog e blogueiro. A iniciativa de entrevistar personalidades da arte do bonsai brasileiro é excelente. E mais feliz foi a idéia de abrir o espaço com o grande bonsaísta Sergivaldo Costa. Tive o prazer de conhecê-lo pessoalmente no último dia 23 de outubro e pude constatar sua habilidade na arte. Ele esteve em minha casa e pudemos conversar longamente sobre bonsai, além da intervenção que ele fez em uma calliandra depauperata de tronco duplo que tenho. Pude acompanhar todo o trabalho. No dia 24 fizemos yamadori juntos aqui em Mossoró-RN, onde resido, e pude aumentar o meu aprendizado. O cara é O cara. O Sergivaldo tem conhecimentos profundos que não aparecem na sua expressão de simplicidade. Me identifiquei com o trabalho dele porque também prefiro trabalhar com as nossas nativas e para isso, mesmo antes de qualquer contato, buscava conhecimentos nos trabalhos de Sergivaldo. Parabéns ao blog pela iniciativa. Parabéns ao amigo Sergivaldo pela bela entrevista, rica de coteúdo.

  19. Obrigado Galdino, a próxima entrevista é com O Charles White. Obrigado por visitar o Blog e pela força, um grande abraço.
    Paulo Netto

  20. Denize Pereira Says:

    show de entrevista, barabens fotos lindas. gostei. Ir: DENIZE.

  21. O Sergivaldo é um “marco” no cenario mundial com as nativas do Brasil, ele e o Marcelo Martins empunharam a bandeira braslileira mostrando que a nossa rica flora pode ser melhor conhecida e estudada pela arte do bonsai.

    Que os bons espiritos possam inspira-lo muito ainda, em trabalhos e divulgações, apresentando o amor da mãe natureza, o espirito criador de todas as coisas, e os elementais que cuidam destas a todas as pessoas carentes de sentimentos e conhecimentos.
    Grande abraço ao Paulo e ao Sergivaldo.

  22. Gostaria de saber como posso adquirir um bonsai da jurema.

  23. Vou procurar alguém que tenha para venda e te falo. Pode me cobrar, abração

  24. minha grande paichao , choro so de olhar um dia terei um .

  25. Alex Charles Says:

    Gostei do seu blog,mais estou querendo monta um com pé de pitanga.

  26. Obrigado por visitar o blog . abraço

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: