Entrevista com Luís Galvão

Dando continuidade às entrevistas de grandes bonsaístas brasileiros, trago aqui o trabalho do artista Luis Galvão.  Seu trabalho com plantas nativas é diferenciado e, sempre que tenho tempo, estou olhando suas fotos e admirando seus bonsais no Facebook. Gostaria de destacar aqui o seu exemplar de  Pau Mulato e Araça Piroca: esses trabalhos poderiam estar na capa de qualquer revista internacional de bonsai. Uma pessoa simples com um trabalho muito sério, esse é o astral que  Luís me passou em sua entrevista. Obrigado ao amigo mais uma vez pela disponibilidade de dividir, aqui no blog, um pouco das suas idéias.

1 – Quando você se interessou e começou a se dedicar à arte do bonsai? Me fale um pouco sobre você, seu espaço e onde ele está localizado.

Faz precisamente 11 (onze) anos e 6 (seis) meses que ingressei nesta arte. Tomei conhecimento através de um amigo de que haveria um curso básico de bonsai para iniciantes em Recife. Na ocasião, este curso me foi muito útil e prazeroso, pois me encontrava com alguns problemas pessoais, e o bonsai ajudou bastante, elevando a minha auto-estima. Atualmente, resido na cidade de Igarassu, região metropolitana do Recife.

Ficus microcarpa

2 – Quais espécies você mais gosta de trabalhar?

Bem, para mim não existe precisamente “aquela” espécie, pois cada uma tem a sua particularidade e harmonização.

3 – Como você vê o crescimento e procura pelo bonsai hoje no Brasil?

Hoje, no Brasil, os eventos e exposições que vem se efetivando em diversos estados; também a divulgação pela internet vem atraindo novos adeptos.

4 – Dos seus trabalhos, qual você destaca com um carinho especial? Me fale um pouco sobre eles.

Para mim é difícil, pois a maioria dos meus trabalhos é feita de Yamadori, e cada um tem sua história de relacionamento muito grande comigo, até mesmo os feitos de sementes, estaquias e alporquias, sendo esta a técnica que menos utilizo. Agora posso afirmar que os trabalhos que mais chamam a atenção dos visitantes, são os Paus Mulatos e Araçá Pirocas, destacando-se sempre, aquele que você mesmo gostou, durante a visita às fotos do viveiro.

Pau Mulato

5 – Você gosta mais de algum estilo de bonsai em particular? Qual?

Não tenho um estilo preferido. Procuro sempre moldar minhas plantas de acordo com as características que consigo visualizar nelas, aprimorando sua estética à sua personalidade.

Pitangueira florida

6 – O que a arte do bonsai agregou à sua vida?

Gosto da natureza desde criança. Aprendi com o bonsai a ser mais cauteloso, pensar mais no futuro, como também respeitar a vida como um todo.

7 – Você acha que um bonsai deve seguir uma ordem rígida de técnicas e estética, ou deve seguir uma forma mais livre e artística?

Olha! Eu sempre me questiono neste aspecto. Acho que devemos conhecer técnicas e estética para darmos início a um conhecimento mais profundo de um trabalho em que a planta possa sentir-se bem com ela mesma, e ser bem sucedida quando apresentada em público.

Ubaia com fruto

8 – Que bonsaísta (um ou mais) chama a sua atenção, hoje, no cenário mundial?

São vários. Entre eles temos John Naka (in memorian), Kimura, Salvatore Liporace; porém, o que mais me chamou atenção foi o Charles Cicerônio (África do Sul). Tive o prazer de conhecê-lo em um evento do Atelier do Bonsai; daí então passei a admirá-lo como bonsaista e como pessoa, por sinal muito simples, quando o mesmo falou em bom tom que nós vivemos em um país tropical e que deveríamos desenvolver estilos e técnicas para nossas espécies…Isto me marcou bastante.

John Naka - Yose Ue

Masahiko Kimura - Juniperus Chinesis 78cm

Salvatore Liporace - Juniperus chinensis

9- Que perfil e pessoas hoje buscam aprender a arte do bonsai no Brasil?

O universo do querer é muito grande. Existem aqueles que simplesmente admiram a beleza do bonsai e querem tê-lo apenas por vaidade; neste caso, a maioria. E existem aqueles que amam de fato a natureza e vivem afastados dela, tentando, assim, levá-la para as selvas de pedra para realizarem seus sonhos de voltar às suas raízes.

10- O que você acha que as pessoas podem encontrar na arte do bonsai que as ajude tanto no trabalho como na sua vida pessoal?

Existem várias coisas que podemos por em prática em nossas vidas com a arte do bonsai. Primeiramente paciência; depois determinação e bom relacionamento com outras pessoas.

11- Qual erro você acha mais comum nos iniciantes quando começam a se dedicar ao cultivo do bonsai?

Na minha opinião, o erro está na falta de orientação das pessoas que administram cursos para iniciantes. Eles têm obrigação de ensiná-los, como primeiro passo, a fisiologia da espécie e depois, então, a estilização da planta.

12 – Que conselhos você poderia dar para quem está começando a se dedicar à arte do bonsai?

O conselho que tenho a dar aos iniciantes é o seguinte: procurar fazer o curso com uma pessoa séria, que goste e respeite a natureza, que trabalhe com seriedade, não visando o lado financeiro querendo apenas comercializar, pois estamos lidando com uma vida que merece respeito, e não querer viver fazendo experiências sem o conhecimento da arte.

13 – Diga uma frase, um pensamento, que você ache que sintetize nossa arte.

Bonsai é vida, é arte, é projeto, é sensibilidade, é compreensão, é dedicação, é afinidade, é sonho, é puramente amor ao que você faz.

A seguir uma galeria de fotos com uma demonstração realizada  por Luis Galvão no evento da Associação dos Bonsaistas de Ribeirão Preto em São Paulo no dia 01/05/2010. A planta escolhida por ele foi um Araça Piroca.

Entre na galeria e veja toda demonstração:

19 Respostas to “Entrevista com Luís Galvão”

  1. Paulo, mais uma vez você arrebentou na escolha do entrevistado! Conheci Luis nesse evento de Ribeirão! Pessoa de uma humildade e conhecimento invejável, transmitindo uma paz interior a todos aqueles que o circundam. Didática, então, nem se fala! Espero ter a oportunidade de encontrá-lo mais vezes! Abração Luis, o Lula!!

  2. Parabéns por esta excelente entrevista!
    Vou relatar um fato de forma resumida.
    Neste ano de 2010, queriamos ter em nosso evento demonstradores que praticassem realmente a arte da forma correta e dentre as reuniões do clube nos foi indicado por nosso amigo Sergio da Sermar do Guaruja, o nome do grande mestre Luiz Galvão. Fiz um primeiro contato e ja neste momento ele demonstrou todo seu carisma e por coincidencia um de nossos membros estava indo para Recife e foi la conhecer o Luiz em seu viveiro. No outro dia este membro (Ednilson) me ligou dizendo, “olha esse Luiz é sensacional, com certeza um dos maiores bonsaista deste Brasil e uma pessoa maravilhosa!”, não tivemos duvida, o convidamos e ele aceitou de imediato. Para nós foi uma honra te-lo no evento junto com grande outros bonsaistas tanto demonstrando como na platéia. Acredito que desde este momento temos ele como um grande amigo tanto na arte como na vida.
    Novamente parabéns ao Paulo pela entrevista e muito sucesso ao site e ao mestre Luiz Galvão.

  3. O poeta Luís é uma pessoa ímpar. Acredito que cada bonsai que ele cultiva tem sua poesia própria. A oportunidade de conhecer mais um pouco sobre a personalidade e seus trabalhos estreitaram nossos laços de amizade.
    Paulo, você está nos dando um belo presente. Obrigada meu amigo.

  4. Tenho o previlégio de Conhecer essa singela pessoa que é professor Luis Galvão, cereno, calmo, demonstrando que esta absorvendo não so a Arte Bonsai, mais também sua filosofia de vida. Parabéns pelo trabalho amigo LULA. Parabésn ao Aido Bonsai pela iniciativa brilhante desta entrevista.
    Humberto Silva
    humbertogoiania@bol.com.br

  5. Obrigado querida. Estas matérias são para todos que como você, amam a arte do bonsai. Um beijo.

  6. Obrigado Humberto, um grande abraço. Volte sempre ao blog.

  7. Eduardo Guedes Says:

    Parabéns Paulo por mais essa entrevista inspiradora com o amigo bonsaísta Luís Galvão, seus trabalhos chamam a minha atenção pela leveza e equilíbrio que se tornam uma marca do seus trabalhos. Tive o grato prazer de conhecê-lo no evento da Associação dos Bonsaistas de Ribeirão Preto em São Paulo no dia 01/05/2010 e acompanhei todo trabalho de estilização dessa árvore e gostei tanto que a estou desenhando para presenteá-lo. Falta pouco Luís…rsrs. Obrigado Luís por nos presentear através do Paulo com essa maravilhosa entrevista. Um abraço a todos.

  8. Fala Eduardo ! Obrigado pela força, um grande abraço !

  9. O Luiz é um ser completo na arte!!! Além da extrema e indiscutível competência, é um doce de pessoa, que cativa a cada um que com ele esteja por algum tempo!!!!! Tive o enorme prazer de conhecê-lo e de conhecer seu acervo… vale cada centavo… e é parada obrigatória a quem sonha e vive “bonsai”!!!!!! Parabéns pela matéria e um forte abraço a esse grande amigo na arte!

  10. Obrigado pela visita Fábio, grande abraço !

  11. Rafael Hanauer Says:

    Parabéns pelo site, só lamento por não ter conhecido antes, um dos melhores sites que frequentei, graças ao meu mestre que colocou esse link, me curvo em agradecimento, novamente Parabéns.

  12. Obrigado Rafael ! volte sempre, qualquer dúvida é só escrever abraço.

  13. Kaio Bragança Says:

    De parabéns pela reportagem, e ajuda a dar estilo e divulgar a Arte do Bonsai no Brasil com bastante seriedade.
    POucas vezes que conversei via internet mesmo com Luíz Galvão, deu pra perceber sua seriedade e muito conhecimento na Arte.
    Paz a todos

  14. Caro amigo Paulo, fiquei muito feliz pela oportunidade de poder compartilhar com você e os seguidores desse magnifico blog, um pouco do meu trabalho singelo. Quero agradecer à todos pelos comentários e dizer, que eles estão nutrindo meu espito no caminho da compreenção, do respeito, da simplicidade, do amor e da verdade, obrigado à todos.

  15. Eu é que agradeço amigo ! Esse blog é seu para divulgar a sua arte. Eu mudei a navegação das matérias. Estão por categorias e a mostra na esquerda do blog. Depois me diga se acha que ficou mais fácil de achar um assunto. grande abraço

  16. Luiz Galvão Says:

    Ficou sim Paulo, bem melhor mesmo. Um forte abraço. A proveitando a oportunidade, não sei se o Sergivaldo já lhe falou do evento que estamos realizando com o Nacho Marin de 20/22/05/2011 em Natal RGN, organizado pela ANB, Seria uma ótima oportunidade para o amigo nós fazer uma visitinha.

  17. Eu sei vou tentar me programar. Queria muito ir ao evento e dar um abraço em vocês!

  18. Marcus Minas Gerais Says:

    sou novo adepito na arte do Bonsai, tenho apenas um ano de protica e ja estou trabalhando em 7 futuros bonsais, e temho muitas outras sementes enviveiradas, os seus bonsais sao maravilhosos, parabens…

  19. Obrigado por visitar o blog, grande abraço.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: