Archive for the Arte – Pintura Oriental Category

Figuras humanas a venda para Bonsai e Penjing

Posted in Aido Bonsai, Arte - Oriental várias, Arte - Pintura Oriental, Curiosidades, Penjing Brasil with tags , , , , , on 26 d e julho d e 2017 by aidobonsai

Aqui peças que estou vendendo da minha coleção pessoal. São figuras humanas em cerâmica Chinesa que comprei em lojas diferentes entre os anos de 1990 e 1996. Todas as peças vendidas são novas, guardadas na caixa original, nunca viram o sol do jardim.  O frente não está incluído. Para tirar dúvias ou pedir uma peça mande email para: paulonetto.diretor@gmail.com.

Entre na galeria e veja mais fotos e outras peças a venda.

Continue lendo

100 Pinturas Chinesas e Japonesas

Posted in Arte - Asiática, Arte - Pintura Oriental with tags , , on 8 d e abril d e 2013 by aidobonsai

Sempre procuro na internet para dar inspiração aos meus trabalhos com Penjing, pinturas e desenhos asiáticos.

As pinceladas precisas da arte do Sumiê e do Soiboku Gá, trazem  traços simples, mas fortes, que definem a forma de uma vegetação, montanha, pessoas e animais.  A pintura Chinesa e Japonesa ajudam muito na criação de uma composição visual na hora de criar uma paisagem em miniatura.

Veja a matéria, com a música que é o som ambiente do meu espaço há 22 anos. “Cantos Naturais”

Aqui uma galeria com 1000 pinturas Chinesas:

625625_397851466979370_536679069_n

Zhou Yuguo   1920

40847_396598400438010_861274069_n

Zhang Xiaoyou  1935

580594_357604834337367_1550607153_n

Song Di   1943

8573_396582777106239_274727_n

Chen Dazhang   1930

64476_379437948820722_2076028219_n

Zhu Danian  ( 1916- 1995 )

65503_372249012872949_1107017876_n

Don Hong-Oai    1950

549776_389898544441329_926215195_n

Chen Dazhang   1930

602178_379437685487415_639568564_n

Zhang Xiaoyou  1935

268568_356395001125017_1314559722_n

Huang Huanwu  (1906 – 1985)

549928_370731723024678_282583106_n

Dong Yuan  1964

408647_358875547543629_1635448372_n

Feng Linzhang   1943

545251_356782001086317_67072374_n

Feng Linzhang   1943

Feng Linzhang 冯霖章 (1943~)

Entre na galeria e veja mais 100 Pinturas Japonesas e Chinesas:

Continue lendo

100 desenhos de Carpas

Posted in Arte - Pintura e Desenho, Arte - Pintura Oriental, Carpas e Peixes Japoneses with tags , , on 11 d e dezembro d e 2011 by aidobonsai

Muito apreciadas no Japão e na China, as carpas Koi, possuem além de sua beleza singular, um significado que as levou a ser um dos animais mais tatuados em todo o mundo.

A Carpa se transforma em Dragão:

Uma lenda chinesa diz que a Carpa no seu período de desova tinha que transpor diversos obstáculos, saltando por vales repletos de cascatas e cachoeiras percorrendo quase todo o continente Chinês, até chegar a montanha Jishinhan onde fica a fonte do Huang Ho (Rio Amarelo). Quando uma carpa consegue vencer a cascata Longman Falls (Portão do Dragão), ela se transmuta em Dragão.

Daí o significado básico de uma Carpa possue uma variação de acordo com o posicionamento do peixe na tatuagem, desenho ou ilustração. Se a carpa é representada subindo, apontando para o alto, significa a superação dos obstáculos, a luta pelo objetivo e ideal. Representa a perseverança. No caso de uma carpa ser representada apontando para baixo, como que a descer o rio, ela passa a simbolizar, a vitória, a conquista, o êxito de um objetivo. Muitas vezes uma carpa é desenhada com flores ou folhas ao seu redor, simbolizando o caminho a ser seguido.

Aqui uma galeria com 100 desenhos de Carpas Japonesas. São referências com vários traços e formas, para quem quer criar e fazer uma bela tatoo de carpas koi.

Entre na galeria e veja mais 100 desenhos de carpas Koi:

Continue lendo

Arte Asiática – Pintura

Posted in Arte - Asiática, Arte - Oriental várias, Arte - Pintura e Desenho, Arte - Pintura Oriental with tags , , , , , , , on 28 d e março d e 2010 by aidobonsai

Pinturas de países Asiáticos:

China - séc XIII - Mei Fu Flies - Dinastia Qing

Korea - Artista: Chi Wun- Yung (1852/1935) - Dinastia Choson séc IX

Indonesia - Java - séc IX - Deus da semana

Japão - Artista: Utagawa Kuniyoshi (1797/1861) - Periodo Edo séc IX

Tailândia Bangkok - Dinastia Chokiri - séc IX - Fresco paint on plaster

Tibet - séc IX - Pintura em madeira velha

Pinturas retiradas do Livro: Asian Art – Flame TreePublishing – Autor: Michael Karrigan

Entre e veja a galeria ou o slideshow das  pinturas Asiáticas:

Continue lendo

Ukiyo-e “Retratos do mundo flutuante”

Posted in Arte - Oriental várias, Arte - Pintura Oriental with tags , , , , on 9 d e setembro d e 2009 by aidobonsai

1

Ukiyo-e (“retratos do mundo flutuante”), conhecido também por estampa japonesa, é um estilo de pintura desenvolvida no Japão ao longo do período Edo (1603-1867). Foi uma técnica amplamente difundida através de pinturas executadas com o auxílio de blocos de madeira usados para impressão entre os séculos XVIII e XIX (fim do período Edo). Geralmente representava temas teatrais.

Ukiyo-e é escrito geralmente com os kanjis 浮世絵, que significam “retratos do mundo flutuante”, mas no começo de sua utilização (século XVII) também era chamado de 憂き世絵 (“retratos do mundo triste”). Conforme as pinturas passaram a ser feitas cada vez mais para o entretenimento a forma “retratos do mundo flutuante” se tornou dominante.

Essa forma de arte cresceu em popularidade na cultura metropolitana de Edo (antigo nome de Tóquio) durante a segunda metade do século XVII, tendo se originado das obras monocromáticas de Hishikawa Moronobu na década de 1670. No começo só se usava “tinta indiana”. Aprimorada em meados do século XVIII, porem acabou sendo adotada por Hozumi Harunobu que desenvolveu a técnica de impressão policrômica (Nishiki-ê).

O Ukiyo-e difundiu-se rapidamente devido à facilidade em ser produzido em massa. Suas obras eram adquiridas principalmente pelos comerciantes burgueses, que geralmente não eram ricos o bastante para encomendar uma pintura original. 7O tema original do Ukiyo-e era a vida urbana, especificamente atividades e cenas da área do entretenimento: belas cortesãs, lutadores de sumô e atores populares retratados quando ocupados em atividades interessantes. Mais tarde as paisagens também se tornaram populares. Assuntos políticos e os indivíduos da alta sociedade só apareciam raramente. O sexo não era um assunto evitado, ao contrário figurava constantemente nas pinturas do estilo. Os artistas e seus editores às vezes eram punidos por criar retratos particularmente explícitos (os chamados shunga).

3

Técnicas de criação do Ukiyo-e:

4As cópias de Ukiyo-e eram feitas através dos seguintes passos:

O artista produzia um desenho matriz usando tinta

Os artesãos colam esse desenho com a frente para baixo num bloco de madeira. Em seguida talham o bloco nas áreas onde o papel estava em branco, deixando o desenho invertido como uma cópia em relevo no bloco, mas destruindo o desenho original.

Este bloco é colorido e impresso, fazendo cópias próximas à exatidão do desenho original.

Estas cópias por sua vez eram coladas, com a frente para baixo em outros blocos e aquelas áreas da obra que deviam ser impressas em uma cor específica eram deixadas em relevo. Cada um destes blocos imprime ao menos uma cor no projeto final.

A combinação resultante dos blocos de madeira eram recoberta em cores diferentes e impressas sequencialmente no papel. A impressão final firma as impressões dos blocos anteriores, sendo que alguns podem ser impressos mais de uma vez para obter uma maior profundidade da cor.

O Ukiyo-e é produzido ainda hoje e é influente de várias formas, inspirando, por exemplo, alguns mangás como o famoso ” Lobo solitário”.

6

O Monte Fuji

Um doas maiores artistas da arte Ukiyo-e é Katsushika Hosukai  (1760-1849) que pintou as  trinta e seis vistas do Monte Fuji, o seu segundo livro as “100 vistas do Fuji” é muito famosa em todo Japão. Hokusai estudou pintura ocidental e usou várias técnicas de luz e sombra que não eram usadas no japão. Ele usou essas técnicas para aumentar a tridimensionalidade que é uma das principais caracerísticas de suas obras.

a-grande-onda-de-kanagawa-de-katsushika-hokusai_19th_century

A Grande Onda de Kanagawa Katsushika Hokusai ( Japão, 1760 – 1849) Xilogravura policromada

Rainstorm-Beneath-the-Summit-by-Katsushika-Hokusai-qpps_169170458639492.LG

Katsushika-Hokusai - Tempestade

hokusai-asakusa-honganji-temple

Hokusai-honganji Temple

Hokusai05

Hokusai- Noite no Fuji

Entre na galeria e veja outros Ukiyo-e:

Continue lendo

Desenhos do Japão (Exposição do CCBB)

Posted in Arte - Oriental várias, Arte - Pintura Oriental with tags , , , on 4 d e maio d e 2009 by aidobonsai

Gostaria aqui de dividir com os amigos desenhistas e amantes da cultura japonesa os 50 desenhos que eu fotografei na exposição do Centro cultural Banco do Brasil, em comemoração do centenário da migração japonesa no Brasil. Vou colocar aqui em uma boa resolução pois os detalhes dos desenhos são maravilhosos.dsc097951

dsc098781

dsc09946

Entre na galeria e veja 50 desenhos da exposição do centenário: Continue lendo

O desenho, a pintura e o Bonsai

Posted in Arte - Oriental várias, Arte - Pintura Oriental with tags , , , , , on 5 d e abril d e 2009 by aidobonsai

 

 O suiboku-ga (pintura à tinta), mais conhecido como sumiê,  a arte da pintura japonesa, tem suas bases e influências na própia arte da caligrafia chinesa. É uma técnica de pintura em preto e branco originada em mosteiros budistas da China, na época da dinastia Sung (1990a.C). Trazida ao Japão pelos monges zen a partir do século XIV, o sumiê possuía temáticas religiosas que representavam elementos budistas, como o círculo, que indicava o vazio interior, ou a natureza, como as rochas e a água. O mais importante no Suiboku-ga é retratar de maneira simples a essência do elemento que vai ser retratado, mais do que o detalhe da aparência exterior. Pássaros, flores e  paisagens passaram a ser pintados a partir do século XV.desenhos-68-bonsai

Como o suiboku-ga possui traços semelhantes aos da caligrafia chinesa, muitos materiais utilizados na técnica podem ser aproveitados para a pintura, como o pote para colocar a tinta (suzuri), o pincel (fude), o papel (kami ou washi) e a tinta (sumi), esta última feita de carvão diluído em água. Entre as  ferramentas mais importantes estão os pincéis, pois a qualidade da pintura depende muito deles. Existem em quantidade muito grande, feitos com variados tipos de pelos; porém, há três categorias básicas: o grosso serve para desenhar, o suave para colorir e os dois usados juntos.

desenho-5201

Fabricado manualmente, o papel é geralmente feito do arroz, mas pode vir também da polpa do bambu. O papel mais comum é o xuan, de superfície branca, leve e absorvente. Utiliza-se também o papel de alumínio e cola, que possui uma superfície menos absorvente, sendo adequado para trabalhos com linhas finas.

O pai e a mãe do Suiboku-ga:

O bambu caracteriza a simplicidade da vida, por isso é o pai de espírito humilde, calmo e sábio, qualidades valorizadas no zen-budismo.  O bambu representa o  inverno e é o tema mais pintado no oriente.sumie_bamboo Seu tronco simboliza a força e as virtudes do sexo masculino, refletindo um senso de equilíbrio perfeito. Seu centro é oco, remetendo ao sentido de vazio interior do zen. Sua retidão é comparada ao caráter íntegro e o tronco firme lembra a estabilidade inabalável, apesar de flexível.

desenho-musashi-2

Hotei observando uma rinha de galos, por Miyamoto Mesashi. Museu de arte de Fukuoka.

Como esta arte retratou a história e vários momentos na cultura do Japão e da China, é natural que algumas obras mostrem bonsais e penjings. Na galeria que está incluida neste post coloquei vários desenhos antigos e modernos, que nos dão inspiração e nos transportam para um Japão e China antigos, cheios de magia e de conhecimentos que são perpetuados com tinta e papel pela mão do homem.

Muitos dos desenhos são dos livros: Nipon Bonsa Association, Miniatura Bonsai de Gustafson, Bonsai Remy Samsom, Penjing de Oigquan Zhao e O Samurai de William Scott Wilson. 

Entre na galeria e veja vários desenhos e pinturas:

Continue lendo