Archive for the Bonsai – Penjing e Yose ue Category

Um Artista de Fujiam – Penjing

Posted in Bonsai - Matérias especiais, Bonsai - Meus Trabalhos, Bonsai - Penjing e Yose ue with tags , on 21 d e novembro d e 2012 by aidobonsai

Leia a matéria, com a música que é o som ambiente do meu espaço há 22 anos. “Cantos Naturais”

Em junho deste ano comecei a criação de uma peça para compor as fotografias de mini Bonsais com tamanhos entre  4cm e 10cm de altura.  Pesquisando fotografias de lojas de artistas Chineses e de Taiwan, tive a idéia de fazer uma pequena loja Chinesa na proporção 20 x 1.

Me imaginei caminhando pelo interior da China e passando por um artista com uma loja na beira de uma estrada, onde além de bonsais, são vendidos vários produtos para uma população local.

Aqui o passo a passo do trabalho que chamei    “Um artista de Fujiam”

1- Para a confecção da base da loja usei apenas maçaranduba. Depois de tratada com Jimo cupim e betume, poderei deixar no tempo que não irá apodrecer.

2- O fundo da loja é uma peça maciça de 25cm x 30cm de altura.  Com um formão, entalhei na madeira da parede (fundo) a profundidade das tábuas corridas

3-  Aqui as duas primeiras fotos que tirei com alguns elementos para visualizar a proporção. Nesta foto ainda não tinha feito o chão, nem o telhado da loja.

4- O telhado, escolhi fazer de uma forma tradicional chinesa, eles usam bambu gigante. Escolhi um bambu bem reto na proporção 20 x 1 e cortei 50 telhas, para compor o telhado.

5- Para cortar eu uso uma serra tico tico miniatura da Dremel. Não pode se colocar força no corte, pois o bambu perde a casca e lasca com facilidade.

6- As telhas se encaixam intercaladas.

7- As telhas vão entrar sobre 3 vigas que irão sustentar todo telhado. As vigas já foram cortadas com a inclinação e caimento escolhidos.

8- As telhas serão sustentadas por 10 vigas de bambu que irão entrar unindo as traves.

9- As telhas vão sendo coladas uma a uma.

10- Aqui o telhado pronto, antes de invernizar.

11- Para o piso da loja uso uma madeira de 45cm x 35cm.  Faço os cortes horizontais, para imitar tábuas corridas,  uso retifica dreamel e formão.

12- As laterais são comidas com a retífica, para dar um aspecto de desgaste do tempo. Depois eu aumento os cortes, e dou mais sombra queimando com  pirógrafo.

13- Aqui já a base pronta, com uma mesa feita em maçaranduba.  A mesa tem 6cm x 6cm.

14- Aqui uma peça em metal que vai entrar no acabamento do telhado. A arquitetura Chinesa é muito cheia de detalhes, com muitos nichos e altares religiosos, eles são usados para proteção das casas e comércio.

15- Peça já colada  na sua posição final.

16- Fazendo uma pequena mesa de trabalho.

17- Mesa já com perfuração para os pés.

18- Mesa já colada.

19- Vassoura de limpeza. Tamanho 1cm, feita com pelo de pincel.

21- Mesa com elementos.

20- Primeira sessão de fotografias com mais elementos. Agosto / 2012

21- Segunda sessão de fotografias.  Agosto / 2012

22- Alguns elementos de cerâmica nas prateleiras da loja.  Aqui 4 peças dadas de presente pelo meu amigo Charles White. (pequenos templos e agricultor).

23- Quarta sessão de fotografias tiradas em Início de setembro / 2012

24- Fotografias com todos elementos.  Outubro / 2012.

25- O conjunto possui 159 elementos entre mini bonsais, vasos, ferramentas, lanternas, katanas, porcelanas, suisekis, panelas, etc…  Tudo na proporção 20 x 1.

26-  O conjunto todo da loja, fica guardado montado, mas sem os bonsais. Reservei um lugar em uma das bancadas onde ela se encaixa, quando chega alguma visita eu coloco os bonsais.  Ela pode ficar na chuva ? Pode sem problemas, o trabalho maior é limpar da poeira, cada vaso, cada ferramenta, quando fica ao ar livre por mais de 7 dias.

27- O que eu gostei no resultado final desse  trabalho, é que cada vez que eu monto a loja, ela fica completamente diferente.  Os elementos que não são fixos, mesas, vasos maiores, bonsais, o própio artista, podem ser deslocados, criando várias perspectivas diferentes nas fotos.

28- Sessão de fotos em 19 de setembro de 2012.  No fundo quadro pintado pela minha irmã a artista plástica, Deborah Netto.  O sol na borda do quadro é real, coloquei o conjunto na perspectiva e ângulo onde o sol se põe na minha casa, esperei ele morrer na borda da pintura e fotografei.

Últimas fotografias tiradas em 23 de agosto de 2013.  É muito bom ter deixado os elementos básicos da loja soltos, pois cada vez que eu monto a loja, ela fica completamente diferente , não tem como ficar igual.

DSC09555

Estou sempre procurando elementos para a loja e variando o posicionamento deles na hora de fotografar. Mês passado meus amigos Fernando Ramos e Luiza Vieira me deram de presente miniaturas de estátuas, compradas no Vietnam, exatamente na proporção 20X1, um presente sem igual.

DSC09573

DSC09563

DSC09557

DSC09578

Fotografias tiradas pelo meu irmão Nikolas Ramos.

64430_4565495354459_1295923821_n

1000573_4566947110752_848967243_n

Entre na galeria e veja mais fotos do trabalho:  “Um Artista de Fujiam”

Continue lendo

O Mestre de Taichi Chuan – Penjing

Posted in Bonsai - Meus Trabalhos, Bonsai - Penjing e Yose ue with tags , , on 29 d e setembro d e 2012 by aidobonsai

Penjing:  “O mestre de Taichi Chuan”

Poda de refinamento e adubação com adubo orgânico e osmocote.

Eugenia Spreguelli plantada em lage de pedra São tomé.

Entre na galeria e veja mais fotos do trabalho:

Continue lendo

Takanori Alba – Ilustração, Arquitetura e Bonsai

Posted in Bonsai - Estilos galeria, Bonsai - Penjing e Yose ue, Bonsai - Técnicas especiais with tags , , on 22 d e fevereiro d e 2012 by aidobonsai

De tempos em tempos surgem trabalhos que chamam nossa atenção pela criatividade, e acabam mostrando um caminho novo. Despertam a nossa atenção e nos fazem olhar para nosso próprio trabalho e ter novas idéias. Esta semana meu amigo Mario Barreto me mandou uma foto de um trabalho do artista japonês Takanori Alba, no primeiro momento eu achei que estava vendo uma maquete de um filme como “Avatar”, ou um filme de ficção onde nas árvores existem cidades onde moram Elfos , Duendes etc…

Na minha pesquisa sobre o artista eu não consegui descobrir se os bonsais são de sua criação, ou se ele apenas faz a intervenção acrescentando a miniatura das cidades.

Cultivando um estilo de Bonsai moderno, Takanori Alba acrescenta a um Bonsai modelado no estilo Kengai (cascata) a intervenção humana na natureza. Uma cidade é acrescentada ao projeto, com uma riqueza de detalhes e acabamento incríveis.

Takanori Aiba nasceu em 1953 em Yokohama no Japão. Estudou desenho e pintura tradicional na Universidade de Tóquio Zohei.  Construiu uma carreira primeiro como ilustrador freelance.

Takanori fundou sua própria empresa a  “Graphics Inc. e Criação” em 1981, esta empresa ampliou sua atuação para a direção de arte de espaços arquitetônicos. Em setembro de 2010, ele teve uma exposição individual, “Aventuras dos olhos” em Kakiden Gallery, Tóquio Japão, com suas obras.

Hawaiian Pineapple Resort

Abaixo outros trabalhos de Takanori Alba não relacionados diretamente com bonsai.

A ilha de Pedra

O farol em suiseki.

O farol 2

A torre do sorvete.

Para conhecer outros trabalhos de Takanori Alba entre no link:

http://www.tokyogoodidea.com/galleries

As águas de Kioto – Penjing

Posted in Bonsai - Concreto celular, Bonsai - Meus Trabalhos, Bonsai - Penjing e Yose ue, Bonsai - Técnicas especiais with tags , , on 26 d e novembro d e 2011 by aidobonsai

Este trabalho teve sua construção em início em 1997. A fonte foi modelada com 5 blocos médios de  concreto celular. A água circula de forma constante, impulsionada por uma bomba de aquário barlo 400. Ela fica escondida em um reservatório de água atrás da fonte. O volume de água que circula é de 5 litros.


Para modelar o concreto celular eu uso Retífica Makita e Dreamel, com pontas de vários tamanhos. Para o acabamento eu uso lixas de várias gramaturas. Os blocos foram colados com liga para pisos de pedra e granito iberê. Pode se usar também cimento com uma liga bem forte sem problemas.

As pedras naturais, de médio e pequeno porte, eu escolho antes de modelar. Eu procuro seguir suas ranhuras, rachaduras, desenhos e texturas; a mistura de elementos deixa o trabalho mais natural

 Foi usado como elemento principal da  paisagem um Pithecolobium tortum modelado durante 5 anos. Suas raízes já estavam condicionadas ao volume de terra cavado no alto da paisagem.

Eu uso pequenas bromélias para compor a paisagem.

Entre na galeria e veja mais detalhes do Penjing  “As águas de Kioto”

Continue lendo

O Caminho do Tori – 2011

Posted in Bonsai - Penjing e Yose ue with tags , , , on 14 d e novembro d e 2011 by aidobonsai

O Caminho do Tori é um penjing feito com 13 buxinhos. O trabalho foi iniciado em 1999 com a preparação das árvores. As pedras do caminho do Tori são minério de ferro e o suiban foi feito em maçaranduba. Dimensões do suiban: 170cm (C)  X  70cm (L)  X  7cm  (A).

Em todo penjing é necessário  uma manutenção mensal, pois junto com o volume de terra vem de presente muitas outras plantas de forração, ervas daninhas, algumas broméias, matos etc… O que mais me encanta no penjing é que você realmente acaba cuidando de um pequeno jardim em miniatura.

A foto acoma foi tirada em maço de 2010; podemos observar que a folhagem e várias plantas cobrem todo caminho de pedras e, em detalhes, cobrindo todo suiban. A manutenção da paisagem é feita por mim de 15 em 15 dias.  Quando eu projeto um penjing, tento criar uma paisagem que eu tenha vontade de entrar e caminhar dentro dela. Pequenos cantos de pedras, canteiros, lages no meio da grama, cercas, dormentes, cavernas, buracos, estruturas arquitetônicas que ajudem a dar a proporção real ao penjing.

 

Eu não retiro toda folhagem e escolho locais que terão sempre essas plantas de pequeno porte, fazendo canteiros e marcando os caminhos. Penjing é controle, tem que se saber onde cada elemento está para não se perder na hora de podar e fazer a manutenção. A fotografia digital permite hoje poder comparar e estudar as proporções. Muitas vezes a proporção agrada aos olhos, mas se ela funciona em uma fotografia em detalhe em macro, é porque está perfeita.

Os moirões (toras) da foto acima, substituiram bambus que davam a idéia de uma cerca de bambus gigantes. Estes, olhando pessoalmente, estão em ótima proporção e estão bem naturais, mas ainda me incomodam nas fotografias. Estão muito novos. Eu vou envelhecê-los criando textura e rachaduras de dilatação ao sol, imitando um tronco que tenho aqui no meu espaço. Assim vai ficar mais natural.

Tronco com as características que eu quero reproduzir.

No dia 1 de setembro foi acrescentado a paisagem 5 novos buxinhos de 2 anos e 7 pequenas plantas de forração, de cor vermelha para criar contraste. As árvores antigas tem entre 11 e 25 anos.

Abaixo hoje o Penjing:    “O Caminho do Tori”

Entre na galeria de fotos e veja mais deyalhes do trabalho: Continue lendo

A Pedra de Kamakura – Penjing

Posted in Bonsai - Penjing e Yose ue with tags , , on 14 d e novembro d e 2011 by aidobonsai

Penjing realizado em 2001 usando um Ulmus chinesis e como base uma pedra São Tomé. Fazendo sua manutenção e adubação semestral, adicionei uma pequena Cuphea gracilis e 7 pedras menores a esquerda do conjunto. Eu sentia falta de arborização de pequeno porte do lado esquerdo. Agora o conjunto ficou mais triângulado.

Abaixo o Penjing em 20 de setembro de 2001.  Eu tirei a pedra grande do meio, pois estava tirando a profundidade e quando a vegetação natural começou a crescer eu retirei a pedra da direita que triangulava com a principal.


De 3 em 3 meses eu troco a areia superficial da base da árvore, por areia da cor da predra mãe. A areia vai ficando negra e verde escura com a rega devido a impregnação de musgo.

Entre na galeria e veja mais fotos com detalhes do penjing  “A Pedra de Kamakura”:

Continue lendo

Caminho para Shosen – Penjing

Posted in Bonsai - Meus Trabalhos, Bonsai - Penjing e Yose ue with tags , , , , , , on 31 d e outubro d e 2011 by aidobonsai

Caminho para Shosen


Aqui uma sequência de fotos do meu novo trabalho em Penjing.

Para esse projeto foram uitilizados:

a) 5 árvores da espécie Eugenia sprenguelli modeladas ao longo de 2 anos.

b) 2 árvores Eugenia sprenguelli modeladas ao longo de 4 anos

c) 19 plantas de pequeño porte modeladas na proporção de mames com altura máxima de 12 cm. Ixora, bambu anão, carmona, ulmus chinensis. Essas árvores fazem parte da arborização de plano baixo do penjing.

d) Caverna do Buda gigante, modelada em concreto celular.

e) Ponte de tábuas e Tori confeccionados em madeira Angelin.

f) Seixos naturais de rio em  tamanhos diferentes.

g) 9  bromélias rabo de lagartixa. tamanho médio de 5cm.

h) Nascente modela da em pedra sabão.

i) Suiban (bandeja de madeira) feita em madeira de maçaranduba. 160cm comprimento 70cm de largura.

1- Primeira etapa posicionamento das árvores no suiban.

2- As árvores vão receber aramação de refinamento após 30 dias  de plantadas. Isso me da a certeza de não aramar nenhum galho que tenha ficado debilitado com o transplante.

3- Posicionamento da ponte e das estacas sem cortes na madeira. Posiciono a caverna com a estátua de Buda para checar todos os tamanhos e proporções, antes de fixar de forma definitiva. Posiciono as pedras e as bromélias de base também.

4- A ponte vai simular uma altura de 1 metro e meio do chão da floresta.

5- Agora que a ponte já teve sua posição definida, vou produzir a ponte final com os detalhes.

6- Começo cortando em Angelin as traves que vão sustentar as tábuas da ponte.

7- Traves cortadas e lixadas.

Clique em leia mais e veja todas as etapas de criação do Penjing:

Continue lendo

A montanha de Buda 3

Posted in Bonsai - Concreto celular, Bonsai - Meus Trabalhos, Bonsai - Penjing e Yose ue with tags , , , , , , , on 28 d e agosto d e 2011 by aidobonsai

dsc026681Há dois meses coloquei aqui no blog as fotos, passo a passo, da modelagem e criação em concreto celular do trabalho A montanha de Buda”. Aqui estão as primeiras fotos, da primeira fase de arborização. Foram colocadas 65% das plantas que estavam sendo preparadas para a composição. A modelagem da montanha ficou pronta em agosto, mas eu espero no mínimo 06 meses para começar a colocar as plantas do projeto.dsc025824 Os bonsais  já estavam sendo preparados desde junho de 2008. Neste tempo a rega constante da montanha diminui a acidez do cimento e começa o envelhecimento natural com a criação de musgo. Todas as cavidades onde as plantas estão condicionadas foram preparadas como pequenos vasos de bonsai. As cavidades possuem buracos de drenagem grandes e telas plásticas e pedrisco no fundo.  As cavidades internas são bem lisas, não possuem saliências que segurem raízes, pois isto permite a saída da planta com facilidade no futuro, quando será nescessário a troca de substrato saturado e pobre em nutrientes. Clique em leia mais e veja toda galeria.

A seguir a galeria de fotos do trabalho  MONTANHA DE BUDA passo a passo:22
21
20
19
18
16
15
14
13
1112
9
9
8
7
6
4
4
3
2
1

 

dsc026081

 

 

 

 

 

Continue lendo

Lam Ngoc Vihn – Artista do Vietnam

Posted in Bonsai - Grandes Mestres, Bonsai - Penjing e Yose ue with tags , , , , , , , on 15 d e julho d e 2011 by aidobonsai

Esta semana navegando na internet o trabalho de um artista me chamou atenção, seu nome é Lam Ngoc Vihn. Nascido no Vietnam em 1970, ele tinha apenas 10 anos de idade quando viu o primeiro bonsai em uma fotografia em um jornal.

Lam Ngoc Vihn além das principais espécies usadas em todo mundo, trabalha também com as espécies nativas do Vietnam. Ele incorpora no seu trabalho de Paisagens, montanhas, escarpas e lagos. Seu trabalho com Penjing, shohin e mame é de grande qualidade e possui muitos detalhes. Seu trabalho já recebeu muitos prêmios no Vietnam e na Asia.

Gostaria aqui de chamar a atenção para os pequenos mames na proporção exata das figuras chinesas e vietnamitas feitas em cerâmica.

Entre na galeria e veja o trabalho do artista Lam Ngoc Vihn:

Continue lendo

Mestres – Robert Esteven (Indonesia)

Posted in Bonsai - Grandes Mestres, Bonsai - Penjing e Yose ue with tags , , , , on 4 d e junho d e 2011 by aidobonsai

robert steven - Máteria de capa 1

Robert Steven  nasceu ao norte da ilha de Sumatra em junho de 1958 e começou a se dedicar à arte do Penjing e Bonsai em 1979. Já ganhou mais de 200 competições nacionais e internacionais. Abaixo seu Penjing que ganhou o prêmio “Grand Winner  Certre 2007”.

pemphis-acidula-r-steven-2

Steven, que já gostava e escrever e fazer esculturas como hooby, escreveu seu livro de edição limitada: Visão da minha alma (Vision Of my soul / 1.500 exemplares). Eu não tenho este livro, mas a crítica internacional e o site  Art of Bonsai se referem à publicação como indispensável para bonsaístas de todos os níveis.

Capa usada

Vision of my Soul

Robert Steven fala chinês e inglês e administra cursos, workshops, palestras e também atua como crítico e julgador em eventos internacionais.

robertstven-styled-tree

O trabalho de Robert Steven impressiona pelos detalhes e pela harmonia que ele consegue nas suas composições. No Penjing abaixo , a árvore do tamanho de uma moeda é simplismente maravilhosa.

super-mini-on-rock-k

Alguns prêmios de Robert Steven:

casuarina-equisetifolia-r-steven-371

Grande prêmio Certre 2007

– JAL World Bonsai Contest 2000

– Ben Oki 2000 do Prêmio Internacional de Design Award

– Ben Oki  2001 International Design Award

– Certre   2001 Prêmio Internacional

– Ben Oki  2002 International Design Award

– Certre  2002  Prêmio Concorrência

–  JAL World Bonsai Contest 2002

– Vice-campeão do Mundo do Bonsai Contest 2003

– Convenção de 2006 na China

– Grand Winner 2007 Certre

Entre e conheça mais trabalhos de Robert Steven:

Continue lendo