Archive for the Curiosidades Category

O Japão antigo pelos olhos de Farsari.

Posted in Curiosidades, Fotografia - Japão with tags , , on 5 d e fevereiro d e 2012 by aidobonsai

Na década de 1880, num momento em que a maioria dos europeus não teve acesso ao interior japonês, um fotógrafo italiano, Adolfo Farsari, conseguiu capturar muitas imagens do Japão Antigo. Estas fotografias mostram um Japão único, singular, com uma beleza artística e plástica incomparável. Estas imagens servem como um registro notável de um mundo há muito desaparecido .

O trabalho fotográfico de Farsari, especialmente seus retratos e paisagens coloridos à mão, foi muito reconhecido no país por dar uma aula de história sobre como era a vida do final de 1800 até o início de 1900. Suas fotografias formam a percepção externa de pessoas e lugares do Japão.

As imagens de Farsari nos dão uma visão valiosa dos hábitos, trajes e costumes da era vitoriana do Japão. Morando em Yokohama, Farsari fazia viagens de difícil acesso para chegar nas aldeias e vilarejos em montanhas onde ele fez muitas das suas fotografias. Ele começou sua carreira como militar e serviu por um tempo no Exército da União na Guerra Civil americana .Talvez essa próxima imagem de guerreiros japoneses reflita seu interesse na figura samurai e militar.

Não seria apenas por seus retratos que ele seria particularmente lembrado, mas suas fotografias de paisagens, que também são bastante notáveis , captam um mundo já perdido para nós.

Farsari sempre foi um fotógrafo mais comercial e suas composições foram projetados para ser vendidas na maior parte para os visitantes estrangeiros em viagens pelo Japão. Suas paisagens muitas nos fazem vezes imaginar o que poderíamos chamar de uma versão ligeiramente melhorada ou mesmo romantizada do Japão, mas foram muito conceituadas na época.

Com espírito libertário, Farsari se juntou à Guerra Civil americana e, como abolicionista fervoroso, suas fotografias refletem suas idéias de igualdade: as mulheres são retratadas muitas vezes como os homens e não em posições subservientes. Para muitas pessoas que nunca foram ao Japão, Farsari achava que suas imagens iriam ajudar a moldar suas idéias sobre o país, e até certo ponto também contribuir para retratar a forma com que os japoneses se consideravam.

Farsari não tinha as altas velocidades de obturador que estão disponíveis em qualquer câmera nos dias de hoje.  Ocasionalmente, algumas fotografias tinham um resultado um pouco turvo . Não podemos esquecer o quão difícil era capturar essas imagens com os personagens tendo que ficar imóveis por 4, 6 segundos, isso para que a fotografia não desfocasse.

Apesar de na época suas fotografias poderem ser compradas individualmente, Farsari percebeu que o dinheiro era para ser feito através do desenvolvimento do comércio de álbuns. Assim, o estúdio produziu as impressões sépia monocromáticas que eram, em seguida, coloridas à mão por artistas locais. As fotografias eram então montadas à mão em folhas de álbuns decorados. As folhas eram, em uma última etapa, ligadas a uma capa dura formada por duas placas de laca.

Farsari veio a falecer na Itália, em sua cidade natal, Vicenza, em 1908. Seu estúdio continuou no Japão, apesar de sua ausência. O gerente de seu estúdio, Tonokura Tsunetaro, assumiu o negócio. O estúdio tornou-se plenamente japonês em 1907 e os registros indicam que seguiu produzindo e criando álbuns até 1917. É incerta a data em que ele  acabou, mas a cidade de Yokohama, onde ele era sediado, foi atingida e destruída por um grande terremoto em 1923. No entanto, as fotografias de Farsari permanecem um testemunho de sua vida de trabalho, e ele será sempre conhecido como o homem que ajudou a perpetuar o Antigo Japão.

Entre e veja mais fotos de Farsari :

Continue lendo

Fractais e Bonsai

Posted in Bonsai - Matérias especiais, Curiosidades with tags , , , , , , on 18 d e outubro d e 2011 by aidobonsai

Uma  jornada pela dimensão oculta.

Pode-se encontrá-lo nas florestas, nos avanços de pesquisas médicas, nos filmes e em todo o mundo da comunicação wireless. Um dos maiores segredos de designs da natureza. Ele tem um formato estranho sobre o qual não ouvimos nada, mas está em todo lugar à nossa volta. Esta forma é chamada fractal. 

Árvore representando um crescimento fractal.

Os fractais estão em toda biologia e é a estrutura que a seleção natural criou repetidamente na natureza. Os fractais estão em nossos pulmões, vasos sanguíneos, árvores, flores, montanhas, nuvens, galáxias, sistemas climáticos e até no ritmo do coração que é a essência da vida. A chave da geometria fractal  escapou a todos até que o seu descobridor, o matemático Benoit Manbelbrot, dissesse: “ Esta é a maneira de se olhar para as coisas que estão a nossa volta”.

Se você olha para a superfície vê complexidade, e parece, em um olhar superficial, não ser matemático. O que Mandelbrot disse foi: “pensar não no que se vê, mas no que foi necessário para criar o que está se vendo”. Na criação da natureza é necessária a repetição infinita e isso traz uma das características que definem um fractal, o que os matemáticos chamam de autossemelhança.

Antes de falar de Fractais e Bonsai, vou começar a matéria com um foco diferente, explicando como o fractal foi usado na minha área de trabalho, que é a direção de cena e o cinema.

Os Fractais e a computação gráfica no cinema.

Os mesmo princípio de design de fractais transformaram completamente a mágica dos efeitos especiais. Em 1978, na Boeing Aicraft em Seatle, engenheiros projetavam aviões e entre eles estava Loren Carpenter, hoje um dos diretores de animação da Pixar Animation Studios. Ele estava ajudando a visualizar como aviões ficam durante o voo usando computação gráfica na elaboração de paisagens 3D.

Ele queria colocar os aviões com montanhas no fundo, pois toda publicidade da Boeings tinha uma grande montanha atrás. Na época ele não tinha como, pois uma montanha têm milhões e milhões de pequenos triângulos ou polígonos, e eles já tinham problemas de cálculo usando apenas algumas centenas e não tendo um resultado natural no seu visual. Loren não queria fazer uma montanha qualquer, ele queria fazer uma paisagem pela qual aviões pudessem realmente voar. Mas não havia como fazer isso com as técnicas de animação existentes.

Mas Loren Carpenter encontrou, em 1978, um livro que mudaria sua vida, o trabalho publicado de Benoit Mandelbrot: “ Objetos Fractais, Formas, Acaso e Dimensão” . O livro tratava de formas fractais na natureza. Em seu livro, Manbelbrot dizia que muitas formas na natureza podem ser descritas matematicamente como fractais: uma palavra que ele inventou para definir formas que pareciam, denteadas e quebradas. Ele dizia que se pode criar um fractal pegando uma figura e partindo-a em pedaços, repetidas vezes. Carpenter decidiu que tentaria fazer isso em seu computador. Em 3 dias ele estava produzindo imagens de montanhas em seu computador. Ele estava usando a repetição infinita, o que os matemáticos chamam de interação, que é uma das chaves da geometria fractal. A superfície de uma montanha pode ser modelada num computador usando uma fractal: começamos com um triângulo no espaço 3D; acham-se os pontos centrais das 3 linhas que formam o triângulo e criam-se 4 novos triângulos a partir desse triângulo. Deslocam-se depois aleatoriamente esses pontos centrais para cima ou para baixo dentro de uma gama de valores estabelecidos. Vai-se repetindo o mesmo procedimento, mas fazendo os deslocamentos dos pontos centrais dentro de uma gama de valores que em cada interação é igual à metade da anterior.

Com os fractais Carpenter abriu a porta para um novo mundo de criação de imagens em computação gráfica e saiu da Boing para trabalhar na Lucasfilm onde, em vez de fazer montanhas, criou um novo planeta para o filme “Jornada nas estrelas II, A Ira de Khan”. Foi a primeira sequência criada por computador em um filme futurista.

Bonsai e os fractais na natureza.

Quando estamos modelando um bonsai após definir um estilo, buscamos na nossa lembrança  formas, texturas, padrões que tornem a estrutura do bonsai a representação em miniatura de uma árvore de grande porte. Para que um bonsai tenha as características de uma árvore milenar, muitas regras e conceitos tem que ser observados, e uma dessas regras são os fractais.

Abaixo um trabalho com Pithecolobium tortum. Procuro sempre buscar com a aramação as ondulações e bifucarções de forma natural. Esta é uma espécie que na restinga retorce muito seus galhos e os troncos. Na foto acima uma árvore de espécie diferente em silhueta, mas com o mesmo padrão de movimento. Você vai ver à frente que isto é uma característica fractal.

 Para cultivar um bonsai é necessário compreender como uma árvore cresce, como ela ao longo dos anos assume sua forma na naturza. O crescimento em espiral das folhas segue uma regra matemática. O crescimento e ramificações dos galhos também. Esses padrões que criam harmonia e beleza são os  fractais.

Clique em leia mais e siga lendo toda matéria sobre os fractais:

Continue lendo

Origem, uma loja para quem gosta de jogos de estratégia.

Posted in Curiosidades with tags , , , , , , , , on 2 d e julho d e 2011 by aidobonsai

Desde novo sempre tive muito interesse por jogos de tabuleiro, principalmente os de estratégia. Há 8 anos quando era diretor de produção da Giovanni FCB, ganhei um jogo de estratégia de presente da minha mulher, ela havia comprado em uma loja de São Paulo. A loja era a ORIGEM e o jogo era o “Viking”.

Viking.  O jogo dos guerreiros do norte da Europa. Um jogo de estratégia em que cada jogador tem um objetivo diferente, origem: Escandinávia

Fiquei fascinado pelo jogo e fui na primeira oportunidade a São Paulo conhecer a loja. Uma loja que vende produtos diferenciados para grandes empresas entre eles: jogos milenares de estratégia. A origem pesquisou jogos antigos de várias culturas, alguns como Mancala (Africano) e o Senet  (Egípcio) tem mais de 1000 anos de idade.  Todos os jogos são confeccionados em madeira, camurça, com suas pedras em metal e com um acabamento primoroso. Tenho quase todos os jogos da loja, mas queria aqui indicar alguns dos meus favoritos. Você encontra aqui no final da matéria o link da loja.

Real De Ur. Um dos jogos mais antigos do mundo, origem Inglaterra.


O quinteto, criado pelo diretor de cinema Robert Altman para o filme de ficção que leva o nome do jogo “O quinteto”.

Go. Jogo desenvolvido por um general Chinês para o estudo de movimentação e ocupação de tropas em batalha. Um dos jogos mais antigos do mundo, é com o xadrez um dos principais jogos de  estatégia e lógica.

Capitão Cook. O jogo dos velejadores. De origem européia, um jogo de partidas rápidas.

Cidade Medieval. Jogo inspirado nas vilas da idade média cercadas por mulharas. Origem França

Senet. O jogo favorito dos faraós do Egito antigo.

Aqui fica esta minha dica para quem gosta de um bom jogo de estratégia. Entre no link da origem e veja a quantidade de jogos interessantes:

http://www.origem.com.br/home/



A História dos video games.

Posted in Curiosidades with tags , , , , , , , , , , , , on 5 d e julho d e 2010 by aidobonsai

Quem gosta de video game provavelmente deve ter tido como seu primeiro console um Telejogo, lançado no Brasil em 1978. Quem não lembra  das suas barras em preto e branco se movimentando na vertical do televisor simulando: Tênis, Futebol , Tiro, Volei e Paredão.

Esta matéria é fruto de uma pesquisa que estou fazendo há algumas semanas em vários sites, blogs e revistas especializadas. Quero tentar deixar aqui uma cronologia completa da evolução dos video games. Esta matéria será complementada sempre que achar novas informações ou novas fotografias.

Depois chegou ao Brasil em 1983 um dos consoles mais revolucionários da indústria de video games, o Atari 2600. Criado e projetado por Nolan Bushnell, este console foi lançado nos Estados Unidos em 1978 e é considerado um símbolo cultural dos anos 80. Colorido e com seus jogos comprados separadamente em forma de cartucho, foi um fenômeno de vendas no Brasil entre 1984 e 1986.

Imagem do Telejogo

Seus games até hoje são jogados por saudosistas que mantem o seu console original, ou jogam através de emuladores (software que simula o sistema do videogame em um computador ou console, usado para jogar games antigos com o teclado ou um joystick).

Embora a qualidade gráfica de videogames como Xbox 360 e PS3 tenham mudado a forma como se joga videogame, muitos afccionados por jogos uma vez ou outra snao tomados por uma saudade dos gráficos quadriculados do Atari, Master System, ou das aventuras de Super Mario em 2D nos consoles da Nintendo.

Um estudo da  “The Value Gamer”, publicado pela Nielsen no início de junho, fala que a taxa de usuários comprando games usados em 2009 é a maior desde 2006, quando a medição começou a ser feita. Quem não lembra com saudade de River Raid, Pac Man, Enduro, Frog, Laser Blaster, Míssil Comando, etc…

30 anos depois olhar um jogo de Playstation 3 em Full Hd é realmente mágico. Jogar um video game com resolução e movimentação superior aos longas metragens de animação 3D da década de 90 é impressionante.

Abaixo a galeria com a evolução dos videos games:

Tennis programming e Maatoka   1958

O primeiro jogo para computadores é criado nos Estados Unidos, mais exatamente no laboratório de pesquisas militares Brookhaven National Laboratory. O programa se chamava Tennis for Two e era exibido na tela de um osciloscópio. Uma simulação bem simplificada do esporte. Um ponto piscando representava a bola e os jogadores controlavam seu movimento por cima de uma linha vertical que representava a rede. Não havia na imagem a representação dos jogadores, apenas da ‘bola’ e da ‘quadra’ de tênis, numa vista lateral. O jogo nunca saiu do laboratório.

Em 1958 o físico William Higinbotham que havia trabalhado na primeira bomba atômica transformou duas linhas rudimentares e uma bola na primeira experiência interativa de entretenimento em computador: Maatooka.

Foi nesse ano que o físico Willy Higinbotham, criou o primeiro conceito do que depois viria a se tornar o videogame. Era um jogo de tênis bastante simples, chamado “Tennis Programming”, que rodava em um computador analógico e era mostrado em um monitor de 15 polegadas. O projeto, entranto, não foi patenteado e nem todos consideram Higinbotham como o criador dos games.

Spacewar   1962

Quatro anos depois, alguns cientistas do MIT se inspiraram em livros de ficção cientifica para criar outro jogo, o Spacewar!. O game rodava em um computador chamado DEC PDP-1 que, na época, custava US$ 120 mil. Ele disputa com Tennis Programming o título de primeiro jogo eletrônico já criado.

O Magnavox Odssey foi primeiro console de video game para conexão em televisão  dentro de casa. Foi criado por Ralph Baer que terminou o protótipo em 1968. Chega aos Estados Unidos em 1972 o primeiro console de videogame, o Odyssey 100, fabricado pela Magnavox, subsidiária da Philips holandesa. Existiam 12 jogos para o console, que podiam ser trocados pelo usuário por um mecanismo mais rudimentar que os cartuchos. Apesar da simplicidade, o equipamento oferecia um rifle opcional, para os jogos de tiro. Curiosidades interessantes sobre o Odyssey 100 são a necessidade de se anotar os pontos dos jogos tinham (e por isso folhas de papel acompanhavam o jogo) e que os usuários tinham de colocar cartões em frente à tela da TV para simular o campo do jogo (em um jogo de tênis por exemplo, colocava-se uma cartão verde para parecer grama).

Pong o console da Atari chegou em 1975. Criado pelo engenheiro Harold Lee, era um jogo de Ping Pong simples, com duas barras verticais e uma bola (quadrado), sem controle de velocidade ou reflexão. Deu início a uma série de video games com este design de dois botões de controle de movimento. Vendeu 150.000 unidades em um ano, uma marca expressiva para a época. O Pong, jogo para arcade criado por Bushnell na Atari, se torna um fenômeno e várias empresas, como a Ramtek e a Nutting, começam a lançar similares. A Atari estabelece contato com a Namco do Japão.


A série Telstar é uma série de máquinas de Pong lançados pela Coleco. Com esse videogame, a Coleco liderou a primeira geração de videogames. O console fez muito sucesso por causa de seus baixos preços (custava 50 dólares em média) e de um pouco de sorte.

A Coleco alcançou o primeiro lugar na venda de consoles da primeira geração graças aos baixos preços e a uma sorte extra. Naquela época havia muitas empresas querendo entrar para o ramo de videogames, o único problema é que haviam poucas fabricantes de chips. A príncipal fabricante da época era a General Instruments, que estava sobrecarregada de serviço, porém, a Coleco se adiantou nos pedidos do seu chip foi a única a receber todo o pedido de uma vez. Com o sobrecarregamento das empresas que produziam chips, algumas das grandes concorrentes da Coleco chegaram a receber somente 20% da encomenda. Resultado: a Coleco liderou.

O console da Telstar abaixo foi lançado em 1976 e tinha apenas 3 jogos com 3 níveis de dificuldade. Com toda simplicidade foi vendido mais de um milhão de unidades no mundo.

Atari 2600 foi um video game projetado por Nolan Bushnell e lançado em 1978 nos Estados Unidos e em 1983 no Brasil. Considerado um símbolo cultural dos anos 80, foi um fenômeno de vendas no Brasil entre os anos de 1984 a 1986 e seus jogos permanecem na memória de muitos que viveram a juventude nesta época.

Telejogo foi um aparelho de videogame simples produzido no brasil pela philco. Consistia basicamente de traços que subiam ou desciam para rebater um quadrado (bola), o controle era feito através de um dial (como o sintonizador de rádio). No Brasil ele foi comercializado em 1977 pela Ford e pela Philco.

O segundo console além dos 10 jogos dessa versão (Hockey, Tênis, Paredão I, Paredão II, Basquete I, Basquete II, Futebol, Barreira, Tiro Alvo I, Tiro Alvo II),tinha um  outro detalhe que se destacava, os joysticks. Com eles não era mais necessário ficar perto do console para poder jogar (bem diferente do 1o modelo)

Mas uma vez a Philco / Ford caprichou no acabamento, utilizando madeira clara, dando um toque elegante ao aparelho. Outro ponto interessante do design, é que o Telejogo II (assim como o Telejogo) não é simplesmente uma cópia de algum “Pong” estrangeiro, e sim um projeto totalmente brasileiro, mostrando que os fabricantes nacionais tinham total capacidade de concorrer com os aparelhos importados.

Entre leia e veja toda a evolução dos video games até hoje:

Continue lendo

Origem, uma loja para quem gosta de jogos de estratégia.

Posted in Curiosidades with tags , , , , , , , , on 12 d e maio d e 2010 by aidobonsai

Desde novo sempre tive muito interesse por jogos de tabuleiro, principalmente os de estratégia. Há 8 anos quando era diretor de produção da Giovanni FCB, ganhei um jogo de estratégia de presente da minha mulher, ela havia comprado em uma loja de São Paulo. A loja era a ORIGEM e o jogo era o “Viking”.

Viking.  O jogo dos guerreiros do norte da Europa. Um jogo de estratégia em que cada jogador tem um objetivo diferente, origem: Escandinávia

Fiquei fascinado pelo jogo e fui na primeira oportunidade a São Paulo conhecer a loja. Uma loja que vende produtos diferenciados para grandes empresas entre eles: jogos milenares de estratégia. A origem pesquisou jogos antigos de várias culturas, alguns como Mancala (Africano) e o Senet  (Egípcio) tem mais de 1000 anos de idade.  Todos os jogos são confeccionados em madeira, camurça, com suas pedras em metal e com um acabamento primoroso. Tenho quase todos os jogos da loja, mas queria aqui indicar alguns dos meus favoritos. Você encontra aqui no final da matéria o link da loja.

Real De Ur. Um dos jogos mais antigos do mundo, origem Inglaterra.


O quinteto, criado pelo diretor de cinema Robert Altman para o filme de ficção que leva o nome do jogo “O quinteto”.

Go. Jogo desenvolvido por um general Chinês para o estudo de movimentação e ocupação de tropas em batalha. Um dos jogos mais antigos do mundo, é com o xadrez um dos principais jogos de  estatégia e lógica.

Capitão Cook. O jogo dos velejadores. De origem européia, um jogo de partidas rápidas.

Cidade Medieval. Jogo inspirado nas vilas da idade média cercadas por mulharas. Origem França

Senet. O jogo favorito dos faraós do Egito antigo.

Aqui fica esta minha dica para quem gosta de um bom jogo de estratégia. Entre no link da origem e veja a quantidade de jogos interessantes:

http://www.origem.com.br/home/



100 formações rochosas extraordinárias.

Posted in Arte - Suisekis, Curiosidades, Fotografia - Galerias with tags , , , , , , on 26 d e abril d e 2010 by aidobonsai

Quero mostrar aqui uma galeria de fotografias que pesquisei na internet, para dar inspiração aos amantes de Penjing e dos Jardins Zen. São 100 formações rochosas exóticas. As curvas, buracos, os desgastes causados pelo vento,  chuva e pela força do mar, surpreendem pelas diferentes formas. A natureza é infinita em sua beleza.



Entre e veja toda galeria, com 100 formações rochosas extraordinárias :

Continue lendo