Arquivo para Japão

Tori – Uma passagem para o mundo espiritual.

Posted in Arte - Filosofia, Arte - Oriental várias, Bonsai - Matérias especiais, Fotografia - Japão with tags , , , , on 28 d e agosto d e 2011 by aidobonsai

3574819780_9e4f90cc98_o

Foto de Tori em Hakone no Japão : Okinawa Soba (Flicker)

O Tori é um portal que representa para aquele que entra em um templo Xintoísta uma separação do mundo físico do espiritual. É construido de maneira tradicional em madeira de lei (Cedro, Momiji, Pinheiro negro, entre outras). Ele é formado por duas colunas que sustentam o céu e por vigas transversais que representam a terra; é um símbolo de muito poder e fé para os povos orientais.

bougainvillea2_waldo

Na fotografia abaixo um Tori de um templo Xintoísta de 400 anos, misteriosamente intacto, mesmo estando no epicentro da explosão atômica de Hiroshima.

Tori

Gostaria de dividir uma experiência que aconteceu em minha casa. Assim que eu me casei construi na entrada do meu ateliê “Aido Bonsai” um Tori nas especificacões japonesas.

a) Foi usado madeira de lei (maçaramduba) apenas encaixada.

b) O Tori não toca nada à sua volta, apenas plantas naturais.

c) Foi construído na medida menor permitida: 3 metros e meio de altura.

d) Ao seu lado e na sua frente, 4 guardiões (leões) guardam sua entrada.

e)  No centro atrás dele, olhando a entrada, está uma estátua de Buda.

fotos-paulo-netto-013-1

Em 1999, uma árvore típica da minha região (Batão) de 35 metros de altura, que ficava na frente do Tori, caiu em cima de todo o espaço dos bonsais. A árvore estava com uma parte grande da base de seu tronco podre e comida por formigas negras por dentro, de uma forma que não era possível observar nenhuma mudança no tronco na parte externa. O formigueiro tinha seu ninho no chão e entrou na árvores por debaixo da terra, pela raíz central.

Aido tori 1Numa tempestade um vento sudoeste derrubou a árvore. Eu acordei à noite com o estouro do tronco; a árvore caiu inteira, com sua copa de 100 metros quadrados em cima de todos os bonsais. Quando a foto foi batida nós já tínhamos tirado o tronco maior  que estava a direita do Tori impossibilitando a entrada pelo portão.

Aido tori 101

Eu, às vezes aramando os meus bonsais, quebro alguns galhos mais frágeis. No dia seguinte, com ajuda do meu empregado, começamos a retirar a árvore pelo lado externo, quando tivemos espaço para entrar pelo Tori. Das 180 árvores que estavam dentro do espaço, parecia que elas tinham se encaixado entre os espaços dos galhos e troncos do batão. Eu não perdi um galho sequer de todos os bonsais. Mesmo estando na frente da árvore, o Tori não sofreu absolutamente nada.TORI 6

No santuário Xintoísta de “Itsukushimajinja” existe um Tori que é um reconhecido como um dos principais do Japão. Formado por 4 grandes troncos está situado dentro do mar. Em uma festa chamada “Kangenmatsuri”, quando a maré está mais alta, é levado numa procissão uma  árvore sagrada plantada no interior de um barco, este barco vai navegando desde a orla até atravessar o portal.

13 tori1

Entre na galeria com 90 fotos de Toris no Japão : Continue lendo

Bonsai Clássicos do Japão – 3

Posted in Bonsai - Clássicos do Japão, Fotografia - Galerias with tags , , , , , on 27 d e maio d e 2009 by aidobonsai

Galeria com 50 bonsais clássicos do Japão.

JBA-224

Japanese apricot - 70 anos - 58cm

JBA- 71

Fingered citron - 60 anos - 92cm

JAB-78

Japanese hemlock - 180 anos - 85cm

JBA - 1

Japanese white pine - 500 anos - 29cm

Entre na galeria com 50  Bonsais clássicos do Japão:

Continue lendo

Tori – Uma passagem para o mundo espiritual.

Posted in Arte - Filosofia, Arte - Oriental várias, Bonsai - Matérias especiais, Fotografia - Japão with tags , , , , on 17 d e maio d e 2009 by aidobonsai

3574819780_9e4f90cc98_o

Foto de Tori em Hakone no Japão : Okinawa Soba (Flicker)

O Tori é um portal que representa para aquele que entra em um templo Xintoísta uma separação do mundo físico do espiritual. É construido de maneira tradicional em madeira de lei (Cedro, Momiji, Pinheiro negro, entre outras). Ele é formado por duas colunas que sustentam o céu e por vigas transversais que representam a terra; é um símbolo de muito poder e fé para os povos orientais.

bougainvillea2_waldo

Na fotografia abaixo um Tori de um templo Xintoísta de 400 anos, misteriosamente intacto, mesmo estando no epicentro da explosão atômica de Hiroshima.

Tori

Gostaria de dividir uma experiência que aconteceu em minha casa. Assim que eu me casei construi na entrada do meu ateliê “Aido Bonsai” um Tori nas especificacões japonesas.

a) Foi usado madeira de lei (maçaramduba) apenas encaixada.

b) O Tori não toca nada à sua volta, apenas plantas naturais.

c) Foi construído na medida menor permitida: 3 metros e meio de altura.

d) Ao seu lado e na sua frente, 4 guardiões (leões) guardam sua entrada.

e)  No centro atrás dele, olhando a entrada, está uma estátua de Buda.

fotos-paulo-netto-013-1

Em 1999, uma árvore típica da minha região (Batão) de 35 metros de altura, que ficava na frente do Tori, caiu em cima de todo o espaço dos bonsais. A árvore estava com uma parte grande da base de seu tronco podre e comida por formigas negras por dentro, de uma forma que não era possível observar nenhuma mudança no tronco na parte externa. O formigueiro tinha seu ninho no chão e entrou na árvores por debaixo da terra, pela raíz central.

Aido tori 1Numa tempestade um vento sudoeste derrubou a árvore. Eu acordei à noite com o estouro do tronco; a árvore caiu inteira, com sua copa de 100 metros quadrados em cima de todos os bonsais. Quando a foto foi batida nós já tínhamos tirado o tronco maior  que estava a direita do Tori impossibilitando a entrada pelo portão.

Aido tori 101

Eu, às vezes aramando os meus bonsais, quebro alguns galhos mais frágeis. No dia seguinte, com ajuda do meu empregado, começamos a retirar a árvore pelo lado externo, quando tivemos espaço para entrar pelo Tori. Das 180 árvores que estavam dentro do espaço, parecia que elas tinham se encaixado entre os espaços dos galhos e troncos do batão. Eu não perdi um galho sequer de todos os bonsais. Mesmo estando na frente da árvore, o Tori não sofreu absolutamente nada.TORI 6

No santuário Xintoísta de “Itsukushimajinja” existe um Tori que é um reconhecido como um dos principais do Japão. Formado por 4 grandes troncos está situado dentro do mar. Em uma festa chamada “Kangenmatsuri”, quando a maré está mais alta, é levado numa procissão uma  árvore sagrada plantada no interior de um barco, este barco vai navegando desde a orla até atravessar o portal.

13 tori1

Entre na galeria com 90 fotos de Toris no Japão : Continue lendo

Tsukubai – A água da purificação.

Posted in Arte - Jardim Japonês with tags , , , , , , , , , on 9 d e abril d e 2009 by aidobonsai

tsukubai-ryoanji1

Tsukubai é o nome da fonte encontrada nos jardins Chaniwa, criada para ser um dos elementos da tradicional cerimônia do chá no Japão. Essas fontes de água corrente, tem a função da purificação dos convidados que chegam na casa onde irá se realizar a cerimônia.

tsukubai-yasaka-82-13

A fonte é composta de um recipinte de pedra maciça, barro ou cerâmica, que pode ter várias formas, nela fica depositada a água corrente em uma superfície não muito profunda (média de 55 cm), a água é bebida numa concha feita de bambu, ou madeira das árvores Momiji ou Maple. Essa água é chamada de água da purificação.

shaku-tsukubai-bamboo-ladel

Em alguns livros o Tsukubai também é chamado de “A água do viajante”, pois era prova de hospitalidade e respeito oferecer água e comida há um monge que estava longe de sua casa ou monastério em peregrinação.

264540564_30327aa84c

Nos recipientes de pedra são entalhados vários conceitos do Zen Budismo como: paz, harmonia, saúde da mente , espírito forte, luz interior etc..

31

Entre na galeria ou  veja o slideshow de vários formatos desse elemento fundamental em um jardim japonês:

Continue lendo

O Jardim Zen

Posted in Arte - Jardim Japonês with tags , , , , , , , , , on 7 d e abril d e 2009 by aidobonsai

Ryogen – Kyoto Garden Japão

kyoto-garden-v-04932

Muitos são os aspectos e as regras que envolvem a criação e filosofia  de um jardim japonês. Por isso criei esta categoria aqui no blog e, aos poucos, irei acrescentando informações sobre cada elemento que compõe a sua estrutura e sua explicação estética e filosófica.

No projeto de um jardim zen, um dos elementos básicos na sua criação é não poder se observar o trabalho da mão humana, “do jardineiro”. O jardim tem que parecer um ecossistema intocado, como uma floresta com vegetação distante que nunca foi modificada pelo homem.

Templo de Kenji

templo-de-kenji1

Este conceito é muito útil aos bonsaístas, pois modelar uma árvore como se ela tivessse crescido no seu ambiente natural sem intervenção externa nenhuma, como aquela árvore que cresce isolada no meio do campo, harmoniosa em toda sua forma, é um dos objetivos de um bonsaistas.

Chineses já criavam jardins em ambientes fechados há 1700 anos atrás. Desenhos de bandejas grandes com pedras formando paisagens já eram encontradas em 700 a.C.

O homem sempre tentou reproduzir a natureza e trazer seus elementos para perto da sua casa.

O JARDIM DE PEDRAS  “KARESANSUI”

No ocidente este estilo de jardim ficou conhecido com o nome de “Jardim Zen”. Os jardins de pedras são muito apreciados no Japão e são usados para meditação nos monastérios budistas e como decoração nas casas tradicionais. Neste estilo de jardim a areia branca representa o mar; as pedras são ilhas ou arquipélagos e representam a beleza das pequenas e altas montanhas. Esse estilo de jardim é frequentemente concebido de modo a imitar a varredura de uma vasta paisagem dentro de um espaço muito limitado.

kyoto-garden-v-0423

A escolha das pedras é fundamental. Elas tem que ser colocadas em número ímpar e decrecesnte, e sua forma deve ser estudada. Pedras que serão colocadas próximas ou coladas devem se encaixar visualmente e devemos ter a sensação de que, como antigos continentes, elas se dividiram e se afastaram ao longo dos tempos. As  pedras são divididas em cinco grupos constituídos de cinco, dois, três, dois e três pedras. As 15 pedras existentes no jardim estão espalhadas de maneira que o observador só possa ver 14 delas por vez a partir de qualquer ângulo em que se olhe.

kyoto-garden-v-0703

Musgo pode ser colocado em volta das pedras acentuando a visualização de uma ilha com uma alta montanha. Com um ancinho de madeira, cuja distância entre os dentes pode variar de acordo com a gramatura da areia ou do cascalho utilizado, desenhos e formas são feitos em volta ou ao londo das pedras imitando o movimento  da água.

kyoto-garden-v-0753

Um dos mais belos jardins do Japão foi construido e idealizado por Muou Soseki (1275-1351), mestre que idealizou jardins zen para 74 templos no Japão.

À este famoso mestre zen, cujo nome verdadeiro era Muou Soseki, é creditado a construção de 66 jardins zens em templos em todo o Japão, entre eles os doss templo de Kamaura e Saihoji em Kyoto.

Entre na galeria ou veja o slideshow do Jardin Zen, com as incríveis fotos de Frantisek Staud:

Continue lendo

Incríveis mestres – Daizo Iwasaki

Posted in Bonsai - Grandes Mestres with tags , , , , , , on 16 d e janeiro d e 2009 by aidobonsai

Daizo Iwazaki

Fotos do atelier desse incrível mestre que mora em Hiihama no Japão e é o maior colecionador de Bonsais do mundo. As árvores modeladas  no chão para o seu jardim japonês  são obras de arte.   

Vista de seu Jardim em sua sala em Hiihama

Daizo Iwazaki

Entre e conheça o atelier de Daizo Iwasaki:

Continue lendo