Arquivo para Aido Bonsai

Gyo no Ri – O caminho da razão

Posted in Bonsai - Meus Trabalhos with tags , on 15 d e novembro d e 2011 by aidobonsai

Penjing utilizando a espécie: Aspargos ornamental.  Trabalho realizado em 2003. Utilizei como base uma pedra São Tomé. Esta planta tem uma característica excelente para modelar e estilizar. Quando a planta tem uma nova brotação, o novo galho nasce muito flexível, de cor verde vibrante. Devemos aramar de imediato, apenas tendo o cuidado para não quebrar o galho. Após 10 dias o galho cria a casca, e podemos retirar o arame pois ele já está na posição desejada.

Eu cortei o Tori em madeira de Angelin. A madeira foi resinada com verniz incolor opaco. Tori com 25cm de altura.

Na foto abaixo podemos ver o trabalho em 2003. Na época eu tinha colocado uma pedra no centro do conjunto. Depois de 6 meses eu substitui pelo Tori.

Gyo No Ri – O Caminho da Razão

Para ver mais detalhes do Penjing entre na galeria :

Continue lendo

A Floresta do Templo

Posted in Bonsai - Meus Trabalhos with tags , , on 15 d e novembro d e 2011 by aidobonsai

Floresta de eugênias sprenguelli.

Este penjing teve seu início com a modelagem de 3 grupos de eugênias em separado no ano de 1996. Hoje a composição final tem um número de 15 árvores com idades entre 14 e 25 anos.

O primeiro grupo possui uma das árvores mães do centro. Elas entraram ao lado direito da composição.

O grupo 2 criou a profundidade, são as árvores do fundo. Mesmo  escolhendo a frente e as costas, eu tenho sempre a preocupação que o penjing possa ser olhado em 360˚. Todos os ângulos tem que ter harmonia.


O grupo dois com 9 árvores é o grupo lateral esquerdo da composição. Infelizmente ainda não tinha câmera digital e perdi com a umidade as fotos separadas deste conjunto.

A árvore 4 eu estava modelando no estilo Chokan. Ao longo de 4 anos eu procurei uma eugenia robusta com um nebari (base da árvore)  forte e não achei. O meu amigo e grande bonsaísta Jorje Antonio, vendo uma foto geral do meu espaço pela internet é que falou: “Coloca aquela  eugênia que está pronta para ser a árvore central”.  Eu procurei outra por mais 6 meses, não encontrei, e aí coloquei a minha indicada pelo Jorge no centro do conjunto.

A floresta tem como base uma pedra São Tomé de 120cm X 160cm. Esta pedra não esquenta muito com o sol e é bem resistente. Eu tinha um pequeno templo em resina que eu queria colocar no centro da floresta e assim chamei o trabalho de “A Floresta do Templo”.

Eu sempre tento me imaginar caminhando dentro do penjing, isso me ajuda a colocar os detalhes: pedras, bromélias, pisos de madeira. Abaixo uma foto do templo e um dos caminhos que leva até ele na floresta. As traves tem 8cm de comprimento por 1cm de largura e estão fixadas com durepoxi diretamente na pedra são tomé.

O templo tem 15 cm de altura. Eu procuro encontrar pedras com muitas ranhuras e rachaduras, pois os seixos completamente lisos nas fotografias em macro não passam a idéia de grandes rochas. Eu uso seixos apenas quando quero simular leitos de rios que ficaram secos e nas bordas de encostas.

A foto digital trouxe a opção de poder olhar em macro e de imediato em casa o resultado da composição e da direção de arte. Às vezes o trabalho está com um bom resultado visual a olho nu, mas a foto denuncia na mesma hora a proporção errada. Uma ótima opção é corrigir a foto e coloca-lá em preto e branco ou sépia envelhecido.

A eugênia é uma árvore que se você deixa a sua copa muito densa ela seca por dentro, pois ela só tem nova brotação com o sol tocando diretamente em seus galhos. Como a floresta é bem grande as vezes eu perco galhos finos na parte inferior das árvores, mas o que é perdido, cria um espaço natural, e com o tempo eu redireciono   outro galho para a posição.

Entre na galeria e veja mais fotos do penjing: A floresta do templo: Continue lendo

O Caminho do Tori – 2011

Posted in Bonsai - Penjing e Yose ue with tags , , , on 14 d e novembro d e 2011 by aidobonsai

O Caminho do Tori é um penjing feito com 13 buxinhos. O trabalho foi iniciado em 1999 com a preparação das árvores. As pedras do caminho do Tori são minério de ferro e o suiban foi feito em maçaranduba. Dimensões do suiban: 170cm (C)  X  70cm (L)  X  7cm  (A).

Em todo penjing é necessário  uma manutenção mensal, pois junto com o volume de terra vem de presente muitas outras plantas de forração, ervas daninhas, algumas broméias, matos etc… O que mais me encanta no penjing é que você realmente acaba cuidando de um pequeno jardim em miniatura.

A foto acoma foi tirada em maço de 2010; podemos observar que a folhagem e várias plantas cobrem todo caminho de pedras e, em detalhes, cobrindo todo suiban. A manutenção da paisagem é feita por mim de 15 em 15 dias.  Quando eu projeto um penjing, tento criar uma paisagem que eu tenha vontade de entrar e caminhar dentro dela. Pequenos cantos de pedras, canteiros, lages no meio da grama, cercas, dormentes, cavernas, buracos, estruturas arquitetônicas que ajudem a dar a proporção real ao penjing.

 

Eu não retiro toda folhagem e escolho locais que terão sempre essas plantas de pequeno porte, fazendo canteiros e marcando os caminhos. Penjing é controle, tem que se saber onde cada elemento está para não se perder na hora de podar e fazer a manutenção. A fotografia digital permite hoje poder comparar e estudar as proporções. Muitas vezes a proporção agrada aos olhos, mas se ela funciona em uma fotografia em detalhe em macro, é porque está perfeita.

Os moirões (toras) da foto acima, substituiram bambus que davam a idéia de uma cerca de bambus gigantes. Estes, olhando pessoalmente, estão em ótima proporção e estão bem naturais, mas ainda me incomodam nas fotografias. Estão muito novos. Eu vou envelhecê-los criando textura e rachaduras de dilatação ao sol, imitando um tronco que tenho aqui no meu espaço. Assim vai ficar mais natural.

Tronco com as características que eu quero reproduzir.

No dia 1 de setembro foi acrescentado a paisagem 5 novos buxinhos de 2 anos e 7 pequenas plantas de forração, de cor vermelha para criar contraste. As árvores antigas tem entre 11 e 25 anos.

Abaixo hoje o Penjing:    “O Caminho do Tori”

Entre na galeria de fotos e veja mais deyalhes do trabalho: Continue lendo

Caminho para Shosen – Penjing

Posted in Bonsai - Meus Trabalhos, Bonsai - Penjing e Yose ue with tags , , , , , , on 31 d e outubro d e 2011 by aidobonsai

Caminho para Shosen


Aqui uma sequência de fotos do meu novo trabalho em Penjing.

Para esse projeto foram uitilizados:

a) 5 árvores da espécie Eugenia sprenguelli modeladas ao longo de 2 anos.

b) 2 árvores Eugenia sprenguelli modeladas ao longo de 4 anos

c) 19 plantas de pequeño porte modeladas na proporção de mames com altura máxima de 12 cm. Ixora, bambu anão, carmona, ulmus chinensis. Essas árvores fazem parte da arborização de plano baixo do penjing.

d) Caverna do Buda gigante, modelada em concreto celular.

e) Ponte de tábuas e Tori confeccionados em madeira Angelin.

f) Seixos naturais de rio em  tamanhos diferentes.

g) 9  bromélias rabo de lagartixa. tamanho médio de 5cm.

h) Nascente modela da em pedra sabão.

i) Suiban (bandeja de madeira) feita em madeira de maçaranduba. 160cm comprimento 70cm de largura.

1- Primeira etapa posicionamento das árvores no suiban.

2- As árvores vão receber aramação de refinamento após 30 dias  de plantadas. Isso me da a certeza de não aramar nenhum galho que tenha ficado debilitado com o transplante.

3- Posicionamento da ponte e das estacas sem cortes na madeira. Posiciono a caverna com a estátua de Buda para checar todos os tamanhos e proporções, antes de fixar de forma definitiva. Posiciono as pedras e as bromélias de base também.

4- A ponte vai simular uma altura de 1 metro e meio do chão da floresta.

5- Agora que a ponte já teve sua posição definida, vou produzir a ponte final com os detalhes.

6- Começo cortando em Angelin as traves que vão sustentar as tábuas da ponte.

7- Traves cortadas e lixadas.

Clique em leia mais e veja todas as etapas de criação do Penjing:

Continue lendo

Aido Bonsai em Outubro de chuva

Posted in Bonsai - Matérias especiais with tags , on 17 d e outubro d e 2011 by aidobonsai

Aido Bonsai em outubro de muita chuva.

Entre na galeria e veja mais 80 fotos do espaço Aido Bonsai:

Continue lendo

Fotos do espaço Aido Bonsai

Posted in Bonsai - Meus Trabalhos with tags , , , , on 22 d e maio d e 2011 by aidobonsai

Novas fotos do meu espaço de paz e meditação. Aido Bonsai ” Caminho da harmonia pelo bonsai”.

DSC07626

9

DSC03949

DSC09376

DSC03205

DSC01576

14

10

11

DSC06694

13

Entre na galeria de fotos do espaço Aido Bonsai:

Continue lendo

HOKIDASHI – Estilo vassoura

Posted in Bonsai - Estilos galeria with tags , , , , , , on 29 d e março d e 2011 by aidobonsai

Este é o estilo de crescimento natural da maioria das árvores aqui no Brasil. Esta forma está enraizada no nosso subconsciente – é aquela árvore da pracinha onde nós brincávamos quando pequenos, ou aquela grande árvore frutífera que cresce isolada na fazenda, no meio de um campo. Hokidashi, cuja tradução literal do japonês é “vassoura”, explica a forma que deve ser obtida pelo bonsaista. O visual de um cogumelo também é uma forma visual que pode ser seguida.

CARACTERÍSTICAS:

  • 1- Os galhos devem começar em um terço do tronco.
  • 2- O galhos devem se dividir e subdividir em belos ramos.
  • 3- Não se deve cruzar galhos – eles não devem brigar visualmente.
  • 4- Os galhos devem seguir em todas as direções formando e se abrindo como um leque.
  • 5- Deve se ter como objetivo uma base de tronco bem definida e com belas raízes; isto dará força visual à árvore.

Entre na galeria e veja mais fotografias do estilo Hokidashi:

Continue lendo